Trio Marquis de Mons Cru Bourgeois Margaux 2014
Bordeaux, França
Trio Marquis de Mons Cru Bourgeois Margaux 2014
Um dos melhores Bordeaux de Margaux em sua faixa. Conheça um dos vinhos mais antigos de Margaux.

90

js

Produto indisponível
Sobre o produto
Teor
alcoólico
13,5%
Descanso
90 min.
Tempo
de barrica
14 meses
Temperatura
15°
Uva/Corte
Cabernet Sauvignon
Merlot
Petit Verdot

*Esta é uma oferta de venda antecipada. Detalhes no final.

Este lindo Château do Médoc está no norte de Margaux, próximo às margens do Gironde, assim como os famosos Grand Crus Classés.

São 48 hectares de Cabernet, Merlot e Petit Verdot, num único bloco em terreno argilo-calcáreo. As vinhas possuem em média 3 décadas, e o vinhedo, mais de 300 anos de produção contínua.

Com classificação Cru Bourgeois e 90 pontos de James Suckling, o Marquis de Mons Margaux 2014 é o segundo vinho do famoso e tradicionalíssimo Château de Mons, criado no Século 16 por Pierre Dugua de Mons, comerciante francês, explorador e fundador do primeiro assentamento francês permanente no Canadá.

O vinho tem muita história e está entre os melhores na sua faixa no Médoc.

Elaborado com Merlot, Cabernet Sauvignon e Petit Verdot, passa 14 meses em carvalho e tem potencial para 12-15 anos de guarda.

Adoramos esse vinho: nuances de butler scotch, baunilha tostada, cravo, notas fumé com muita fruta preta. O sabor é denso, carnudo, mineral combinado com fruta balsâmica. Lindo!

James Suckling diz que é um vinho “com muita tipicidade, tem a cara de Margaux, incrivelmente saboroso".

Fica divino com carré de cordeiro ao molho de hortelã ou uma boa pasta ao ragu de cogumelos portobelo.

to;

* A venda antecipada permite a Sonoma importar vinhos raros e limitados a valores extremamente acessíveis. Este vinho está sendo importado e, portanto, não é possível garantir uma data de entrega. Estimamos na Primavera de 2018.

História

Esta propriedade tem uma história que remonta a vários séculos e fica perto das margens do Garonne, assim como todos os melhores Médoc Crus de Margaux e Pauillac. Em 1936 o Château foi classificado como um Cru Bourgeois e, desde a década de 1990, um novo programa de renovação foi implementado pelos novos proprietários: construção de uma nova adega e uma adega de armazenamento, um importante programa de drenagem e gestão da vinha, no interesse de práticas ecológicas sustentáveis.

"Tudo é feito para produzir um vinho clássico, elegante, puro e totalmente respeitoso ao grande terroir de Margaux", Linda Oïseau, gestora da empresa e descendente de Pierre Dugua de Mons.

D9lwzdolcakifeyv7lpu
Curador(a)
Manuel Luz
Produtos relacionados