Trio Durigutti “Aguijón de Abeja”
Patagônia/ Catamarca/ Salta, Argentina
Trio Durigutti “Aguijón de Abeja”
Uma coletânea da linha “Aguijón de Abeja”, dos míticos irmãos Pablo e Hector Durigutti!
Produto indisponível
Sobre o produto
Teor
alcoólico
0,0%
Temperatura
11°
Uva/Corte
Bonarda
Cabernet Sauvignon
Malbec

Mais que conhecidos os irmãos argentinos Pablo e Hector Durigutti já ganharam o status de mito com sua produção visionária e sustentável, a linha aguijón de abeja, passa pela malbec e bornarda, as castas a quem devem parte do sucesso da dupla, e pela clássica cabernet sauvignon, todas cultivadas orgânicamente e vinificadas sem nenhum tipo de aditivos e sem filtração. Um rótulo é melhor que o outro.

A Bonarda é uma das uvas mais antigas cultivadas na Argentina e neste rótulo sentimos em taça, algo de rapadura, de melado mesclado com fruta bem madura. Em boca chega a lembrar um bom Dolcetto italiano, com taninos bem presentes. Está pronto já, mas vai melhorar pelos próximos 2-4 anos em garrafa.

Héctor e Pablo estão entre uma pequena elite dos melhores produtores da uva Malbec, este aqui encanta. Tem aromas profundos de frutas negras (mirtilo, amora, ameixa seca), madeira em boa dosagem sem sobrepor, oferece traços de chocolate e pasta de cacau. O sabor é de corpo médio, com fruta fresca, e taninos bem sedosos, polidos por uma excelente acidez e maturação. Pra quem aprecia os grandes Malbecs sem abrir mão da elegância.

Eles não param na Bonarda e Malbec, também dominam a clássica Cabernet Sauvignon, as uvas deste rótulo vêm de vinhas plantadas nos anos de 1940, em Salta, um dos vinhedos mais altos do mundo. A taça revela uma cor vermelha bem escura, aromas de amora fresca, traço de madeira (baunilha leve), em boca mostra corpo médio, taninos potentes, excelente acidez fresca. Pronto agora e deve segurar bem mais 4-5 anos na adega.

Um trio da pesada!

História

Conhecidos como “Os Mestres da Malbec,” ainda melhor vistos pelo trabalho com a uva Bonarda, Hector e Pablo Durigutti são os produtores lendários de vinho por trás da linha Aguijón de Abeja.

As origens dos irmãos são bastante complementares: Hector começou no Alto Las Hormigas e passou por projetos em várias vinícolas bem conhecidas, aprendendo técnicas do velho mundo e agricultura. Pablo começou na La Rural, uma vinícola agora de propriedade da Catena, e aperfeiçoou novas práticas vitícolas mundiais.

Hoje são alguns dos mais influentes enólogos do país platino. São as estrelas do documentário “Boom: The Rise of the Argentinian Malbec” que foi lançado pela Amazon em 2017.

Produtos relacionados