Terra Rossa A.Mare Primitivo di Puglia 2018
Puglia, Itália
Terra Rossa A.Mare Primitivo di Puglia 2018
Um Primitivo mais sóbrio, que entrega a fruta plena típica da casta sem perder a elegância.
Unidade R$ 79,90 em até 3x sem juros
6+ unidades R$ 69,90 /un em até 3x sem juros
Shipping Frete
grátis*
Checkout
seguro
Digicert Norton
Sobre o produto
Teor
alcoólico
13,0%
Descanso
60 min.
Temperatura
18°
Uva/Corte
Primitivo

Novo destaque da Curadoria Sonoma é um Primitivo que nos surpreendeu muito quando o degustamos.

A.Mare é uma ode à cidade litorânea de Polignano a Mare, uma das rotas turísticas mais conhecidas e antigas da Puglia. E o interessante é que em nossas notas de degustação destacamos que precisávamos ver qual o terroir desse vinho, tamanha a tipicidade que ele transparece. As uvas vêm mesmo dos arredores desta cidade no litoral, o que explica a boa acidez e graduação alcoólica comportada.

Um vinho para quem procura um Primitivo mais sóbrio, que entrega a fruta plena típica da casta mas também tem um lado mais contido, elegante. Oferece aromas de frutas vermelhas e pretas maduras, como ameixas, framboesas e cerejas, notas de especiarias e toques de baunilha e chocolate. Já em boca, bastante fruta preta, groselha e amoras. Ainda apresenta taninos maduros e uma acidez super equilibrada, de dar água na boca!

Diferente de muitos Primitivos da faixa, que são só festa mas acabam rápido, este é um vinho mais sério, que ainda tem potencial de evolução. Perfeito para harmonizar com lasanha de berinjela com funghi ou Grana Padano.

A safra de 2014 no Langhe foi difícil por muitos produtores, aparentemente pela Decordi não. Este vinho brilha.

Como todo bom Barolo não dá para simplesmente abrir e tomar. Recomendamos decantar uma hora ou deixar na taça (para quem resista).

Na taça mostrar o cor vermelho atijolado que é típico da Nebbiolo da região.

Fechado inicialmente no nariz, o vinho vai se abrindo maravilhosamente. Sentimos grafite, ferro, couro, morangos maduros e suculentos, cerejas vermelhas bem vivas.

No paladar pode esperar framboesas ainda não maduras e cerejas selvagens, traços de ferro e uma mineralidade que mostra o lado sério da uva.

A acidez está excelente, os taninos suteis mas bem presentes, de alta qualidade, vão preenchendo a boca e as bochechas aos poucos. O vinho tem tudo para melhorar para 10 anos na guarda porém está lindo agora.

Para harmonizar com carré de cordeiro, osso buco ou um papardelle com funghi.

História

O projeto Terra Rossa é uma homenagem à família La Pastina, que possui raízes fincadas na região de Puglia. Comandado por Celso La Pastina, o projeto visa traduzir a trajetória da família e resgatar toda experiência da cultura e tradição baresa de uma família não muito numerosa.

Responsável pela propagação da cultura do vinho em toda a Europa, além de ser porta de entrada para outras localidades da Itália, a Puglia traz em seu solo vermelho a presença de fragmentos vulcânicos e alto índice de óxido de ferro, itens que, entre outros, fornecem tipicidade e o que há de melhor em denominação de origem.

Produtos relacionados