Tenute Girolamo "Monte dei Cocci" Primitivo Vendimmia Tardiva 2016
Puglia, Itália
Tenute Girolamo "Monte dei Cocci" Primitivo Vendimmia Tardiva 2016
Um raro Primitivo “Vendimmia Tardiva” com 93 Pontos, que oferece um incrível sabor e um equilíbrio surpreendente. Você precisa provar!
Best seller badge

93

lm

Produto indisponível
Sobre o produto
Teor
alcoólico
15,0%
Descanso
60 min.
Tempo
de barrica
12 meses
Temperatura
15°
Uva/Corte
Primitivo

A Primitivo é a uva que tem feito maior sucesso no Brasil nos últimos anos, por sua fruta madura e leve toque de doçura.

Esta versão é uma raridade, até na própria Itália: um Primitivo de colheita tardia (vendimmia tardiva).

Elaborado da mesma maneira que o Amarone, cujas uvas super maduras são condicionadas em salas quentes, durante o outono e ficam passas. O resultado são uvas mais maduras, com mais dulçor natural.

A maioria dos vinhos “colheita tardia” são vinhos doces de sobremesa. Porém, no caso deste Primitivo, a leveza e equilíbrio atingido pelo Tenute Girolamo resultou em uma obra que pode ser aproveitada tanto como um vinho de sobremesa elegante e refinado,quanto como um tinto para acompanhar a refeição.

Ao degustar percebemos um vinho roxo, profundo, rubi violáceo. No nariz é intenso, se abre em camadas, lentamente: amora negra, ameixa seca, cacau.

Na boca é cheio de fruta em compota, com um improvável toque salino e um leve cítrico. Num decanter, depois de uma hora, fica jubilosamente frutado, com muitas framboesas e toques de xarope de morango. A acidez é excelente, o corpo médio para encorpado.

Realmente um grande vinho, indispensável para uma boa adega. Perfeito para harmonizar com queijo azul (gorgonzola, roquefort) ou um bom lombo ao molho barbecue.

93 Pontos - Luca Maroni

História

A Tenute Girolamo está no coração do Vale Ítria, na sub região da Puglia chamado Gioia delle Colle. Esta pequena parcela de terroir é famosa pela altitude, 400 mt - 800 mt acima do mar, uma raridade em uma região plano, que sofre por um sol castigante.

Os vinhos da Gioia delle Colle se destacam, e a altitude tem muito a ver. Nestas colinas estão produzidos os Primitivos mais elegantes e os que oferecem maior potencial de guarda, pois os ventos que acariciam as vinhas elevam a acidez e controlam a graduação alcóolica.

A Tenute Girolamo é hoje um dos produtores principais da Gioia delle Colle. A dedicação e a energia da família se revelam nos 50 hectares de vinhas bem cuidadas, que produzem Negroamaro e Primitivo.

A vinícola é moderna, embora lute para preservar o estilo tradicional do vinho sul italiano. Hoje usa carvalho americano e esloveno em seus vinhos.

Qsno7h70wnqtwxvbgtu1
Curador(a)
Alykhan Karim
Produtos relacionados