Vernaccia di Oristano Riserva Silvio Carta 2004
Sardenha , Itália

De: R$190,00
Por: R$129,90
"Quer uma dica? Este fortificado já tem 11 anos de idade, mas segue jovem e vai melhorar pela próxima década. Certamente, vai encarecer no mercado também."

Descrição

Já ouviu falar em Vernaccia di Oristano? É um tipo de vinho incrível, mas muito difícil de encontrar fora da Itália, mais raro ainda fora da Europa.

Estamos falando de um fortificado branco feito na ilha de Sardenha nos mesmos moldes de Jerez. E até parece muito com os Jerezes secos no nariz: pêssegos em calda, figos, castanhas tostadas – é um baú de nozes! E nem por isso perdeu a acidez. Está ali, altíssima e com um toque picante.

As semelhanças com o milenar espanhol não param por aí. Até a vinificação é parecida, com o mesmo sistema de soleras para dar complexidade e estrutura ao vinho.

São feitas de quatro a cinco fileiras de barris de carvalho e, a cada ano, uma parte de cada fileira é misturada aos vinhos mais novos. E, assim como os vizinhos espanhóis, é uma bela companhia para charutos e embutidos. Porém, com menos fileiras na solera e uvas menos potentes, a graduação de um Vernaccia consegue ser mais baixa, fazendo dele um fortificado mais acessível, mais fácil de beber, mais suave.

Curador: Alykhan Karim

História

Antigamente, a Silvio Carta focava apenas em licores e destilados, estilos de bebidas muito comuns nas ilhas da Itália (grande concorrente das denominações da Sicília, apesar de geograficamente tão distantes).

Foi na década de 1970 que Elio, filho de Silvio, amante de vinhos, decidiu entrar no ramo. Com o conhecimento das altas graduações alcoólicas, optou por fortificados, e é um dos poucos produtores do país que investem no método de solera, o mesmo dos Jerezes, na Espanha. Em 1972, ele conseguiu o certificado internacional do prestigiado Instituto Técnico de Enologia de Conegliano (Vêneto).