Vernaccia di Oristano Riserva Silvio Carta 2004
Sardenha, Itália
Vernaccia di Oristano Riserva Silvio Carta 2004
Uma iguaria da Sardenha, um branco fortificado com 14 anos de idade, este foi escolhido “Melhor Vinho da Itália” em 2018 na Vinitaly, evento mais importante do vinho Italiano
Best seller badge
de R$ 270,00
Shipping Frete
grátis*
Checkout
seguro
Digicert Norton
Sobre o produto
Teor
alcoólico
16,0%
Descanso
15 min.
Tempo
de barrica
54 meses
Temperatura
Uva/Corte
Vernaccia

Já ouviu falar em Vernaccia di Oristano? É uma iguaria no mundo dos vinhos, muito difícil de encontrar fora da Itália, mais raro ainda fora da Europa.

É um fortificado branco feito na ilha de Sardenha nos mesmos moldes de Jerez Amontillado. A vinificação é parecida ao milenar vinho da Andaluzia, com o mesmo sistema de soleras para dar complexidade e estrutura ao vinho.

São feitas de quatro a cinco fileiras de barris de carvalho e, a cada ano, uma parte de cada fileira é misturada aos vinhos mais novos. Assim como o Jerez, é uma bela companhia para charutos e embutidos. Porém, com menos fileiras na soleira e uvas menos potentes, a graduação de um Vernaccia consegue ser mais baixa, fazendo dele um fortificado mais acessível, mais fácil de beber, mais suave.

A cor é âmbar em taça e no nariz revela cedro, macadâmia, casca de laranja seca, mel e figos. Em boca é um baú de nozes! Pecã, amêndoas, turfa, e até açafrão! Sem peso, levemente oxidado como é o estilo, a persistência e longa e deliciosa. Ainda com acidez é excelente, vai seguir evoluindo com sucesso por 5 - 8 anos.

“Melhor Vinho Italiano do Ano” - Gambero Rosso, VinItaly 2018

3 Bicchieri - Gambero Rosso

História

Antigamente, Silvio Carta focava apenas em licores e destilados, estilos de bebidas muito comuns nas ilhas da Itália (grande concorrente das denominações da Sicília, apesar de geograficamente tão distantes).

Foi na década de 1970 que Elio, filho de Silvio, amante de vinhos, decidiu entrar para o ramo. Com o conhecimento das altas graduações alcoólicas, optou por fortificados, e é um dos poucos produtores do país que investem no método de solera, o mesmo dos Jerez, na Espanha. Em 1972, conseguiu o certificado internacional do prestigiado Instituto Técnico de Enologia de Conegliano (Vêneto).

Qsno7h70wnqtwxvbgtu1
Curador(a)
Alykhan Karim
Produtos relacionados