Sexteto Pinhal da Torre “Vala Real” 2017
Tejo, Portugal
Sexteto Pinhal da Torre “Vala Real” 2017
A Pinhal da Torre é considerada a melhor produtora da região por Robert Parker! Conheça essa exclusividade da Sonoma.
Produto indisponível
Sobre o produto
Teor
alcoólico
13,5%
Descanso
60 min.
Temperatura
15°
Uva/Corte
Castelão
Tinta Roriz
Touriga Franca
Touriga Nacional
Trincadeira

A vinícola Pinhal da Torre, que chegou a ser considerada pelo renomado crítico americano Robert Parker como o melhor produtor de Syrah de Portugal, está sediada em Alpiarça, no Tejo e não à toa que carrega tamanho prestígio.

Esses produtores acreditam que a grande personalidade de um vinho não nasce na enologia, mas principia no cultivo minucioso das uvas e têm como principal cultivo as castas regionais portuguesas.

Como em Vala Real 2017 onde esculpem um belo blend de Touriga Nacional, Touriga Franca, Trincadeira, Tinta Roriz e Castelão com passagem por barricas de carvalho durante oito meses!

Em taça transparece um rubi acentuado, rico em notas de mirtilo, trufas e uma tosta bem delineada pelo tempo em barrica. Seus taninos são firmes e seguidos de uma acidez refrescante.

Ideal para acompanhar churrascos e ser servido não muito abaixo da temperatura ambiente, recomendamos os 15°C!

História

Localizada em Alpiarça, no coração do Tejo, a Pinhal da Torre possui uma adega construída nos anos de 1946, que é única pela sua construção e arquitetura.

Reconhecida como a capital do gótico, a região do Tejo, cuja grande cidade é Santarém, tem inúmeras ruínas que remontam ao século XI, e, afirmam alguns historiadores, esta é a região onde Portugal surgiu, durante a baixa Idade Média.

A zona do Tejo, poucos quilômetros longe do mar, tem algumas áreas abençoadas para viticultura e que conhece o renascimento desde os anos 2000. Neste período houve grande propagação da Touriga Nacional, Syrah e até mesmo Cabernet Sauvignon, o que deu um toque moderno aos vinhos locais, inclusive deliciosos e frescos brancos.

A Torre, que está no nome do vinho é uma referência à Torre das Cabaças, a construção que restou da muralha medieval de Santarém, também conhecida como Torre do Relógio. Foi construída no reinado de D. Manuel I, entre 1495-1521.

D9lwzdolcakifeyv7lpu
Curador(a)
Manuel Luz
Produtos relacionados