Il Molino di Grace Chianti Classico G. Selezione “Il Margone” 2012 (Orgânico)
Toscana, Itália
Il Molino di Grace Chianti Classico G. Selezione “Il Margone” 2012 (Orgânico)
Considerado um dos “Melhores 50 Vinícolas do Mundo,” Il Molino di Grace é nosso produtor favorito em Chianti Classico. O Gran Selezione é o ápice da produção, o vinho desta safra profundo, compacto e lindo
Organico

94

js

92

ag

Produto indisponível
Sobre o produto
Teor
alcoólico
15,0%
Descanso
120 min.
Tempo
de barrica
24 meses
Temperatura
15°
Uva/Corte
Sangiovese

Chianti não é bem um vinho. São 8 as sub-regiões que podem produzi-lo, todas com personalidades distintas.

Chianti Classico é a mais importante, região classificada como DOCG. Os vinhos de lá, sempre à base de Sangiovese, são considerados há milênios os melhores da Toscana, somente nos últimos 20 anos perdendo um pouco de espaço para os Brunello di Montalcino

São distintos dos Brunellos, mais leves em corpo e mais gastronômicos. Os melhores, os Gran Selezione, possuem a mesma profundidade e potencial de evolução na guarda.

Este Gran Selezione foi esculpido por uma vinícola considerada entre as “Melhores 50 Vinícolas do Mundo” pela revista Wine and Spirits.

Diferente do seu irmão da safra 2011, este vinho é mais denso e compacto. É ainda um adolescente, forte, nervoso mas ainda assim admirável, agora ganhando refinamento no caminho para ser adulto.

Ao abrir sentimos couro, ameixa preta e toques de capuccino, um aroma secundário que poderia ter vindo de uma maior porcentagem de barrica nova usada na safra.

Em boca, cereja maraschino madura, ameixa seca e uva passa, um leve espresso também. A acidez está maravilhosa, os taninos sedosos e persistente.

Nós degustamos este vinho ao longo de 2 dias e evoluiu maravilhosamente, mostra que tem muito para evoluir. Pode abrir agora (decantar, por favor) ou deixar na adega até 2035.

Harmonizar com queijos duros e nobres (pecorino trufado, manchego envelhecido, junto a um bom mel sírio ou israelense), com um bochecha de boi com molho ou uma paleta de cordeiro.

94 Pontos James Suckling

História

Entre colinas repletas de pinhas e vinhas, numa altitude de 450 metros acima do nível do mar, Il Molino di Grace é uma das vinícolas mais elevadas da região de Chianti Classico.

O solo rochoso, com sua composição única de marga e calcário que oferecem excelente mineralidade e boa drenagem, junto ao microclima único, se provaram ideais para a Sangiovese, a única uva plantada. São dias longos e bem quentes, e noites que duram pouco, mas que balanceiam o calor com muito frescor.

O nome, “molino”, vem do moinho de vento que existe desde o século 19 na fazenda, que há mais de 350 anos é local para plantação de frutas. As uvas sempre estiveram lá, mas só em 1995 começaram a se tornar um vinho próprio (as vinhas, porém, são as mesmas antigas, o que é ótimo para a qualidade de um vinho).

O produtor, Frank Grace, desde 1999, se dedicou ao cultivo orgânico. Hoje seus vinhos são entre os melhores considerados da Toscana.

Qsno7h70wnqtwxvbgtu1
Curador(a)
Alykhan Karim
Produtos relacionados