Il Molino di Grace “Il Volano” 2016 (Orgânico)
Toscana, Itália
Il Molino di Grace “Il Volano” 2016 (Orgânico)
O “volante” de uma vinícola entre as favoritas Sonoma na Toscana, de uma safra viva e suculenta, a um valor irrisório!
Best seller badge Organico

90

js

de R$ 140,00
Shipping Frete
grátis*
Checkout
seguro
Digicert Norton
Sobre o produto
Teor
alcoólico
13,5%
Descanso
20 min.
Temperatura
15°
Uva/Corte
Merlot
Sangiovese

A vinícola Il Molino de Grace é uma favorita da Sonoma na Toscana. Mas não só aqui é bem vista, já foi eleita Top 50 produtores do mundo pela revista Wine and Spirits.

Il Volano (volante), é a porta de entrada para a produção da vinícola, seu nome faz referência ao moinho de vento na frente dos vinhedos, em um dos terrenos mais elevados da região de Chianti Clássico, com um solo primoroso para a clássica Sangiovese.

O corte de 75% Sangiovese e 25% Merlot é produzido com uvas estupendas, o verão de 2016 foi quente e ensolarado em Chianti Classico!

Sinônimo de vinhos joviais e exuberantes, mas ainda assim a ameixa preta, as framboesas e a explosão de morango que se sente, superam qualquer expectativa. Comportado com taninos finos (não passa por barrica), este vinho é tudo que se pode esperar da pura expressão da uva Sangiovese. Macio, elegante, muito complexo!

Gostamos de harmonizar com risoto de legumes, pastas ao molho rústico ou grelhados com molho vinagrete.

90 Pontos por James Suckling: "Um vinho macio e sedoso, com sabores de frutas vermelhas, cereja e nozes. Corpo médio, com taninos polidos e um final fresco. Um blend de sangiovese e merlot. Beba agora!"

História

Entre colinas repletas de pinhas e vinhas, numa altitude de 450 metros acima do nível do mar, Il Molino di Grace é uma das vinícolas mais elevadas da região de Chianti Classico.

O solo rochoso, com sua composição única de marga e calcário que oferecem excelente mineralidade e boa drenagem, junto ao microclima único, se provaram ideais para a Sangiovese, a única uva plantada. São dias longos e bem quentes e noites que duram pouco, mas que balanceiam o calor com muito frescor.

O nome “molino” vem do moinho de vento que existe desde o século 19 na fazenda, que há mais de 350 anos é local para plantação de frutas. As uvas sempre estiveram lá, mas só em 1995 começaram a se tornar um vinho próprio (as vinhas, porém, são as mesmas antigas, o que é ótimo para a qualidade de um vinho).

O produtor, Frank Grace, desde 1999, se dedicou ao cultivo orgânico. Hoje seus vinhos estão considerados entre os melhores da Toscana.

D9lwzdolcakifeyv7lpu
Curador(a)
Manuel Luz
Produtos relacionados