Frühburgunder Auslese 2012 (500 mL)
Pfalz, Alemanha
Frühburgunder Auslese 2012 (500 mL)
"Boca muito frutada, boa acidez e doçura média. Já estou sonhando com doces... Ah, e pode ser cheesecake, panacota ou mil folhas!" Mônica Montilha - Sommelière
Produto indisponível
Sobre o produto
Descanso
20 min.
Temperatura
10°

Quando este tinto chegou em nossas mãos, não conhecíamos a uva – Frühburgunder, descobrimos depois, é um clone chamado Pinot Noir Precoce, que fica madura algumas semanas antes da Pinot que já conhecemos, facilitando o cultivo em regiões extremas.

E o mais curioso: lembra mesmo um Pinot Noir de sobremesa!

Mas o que esperar, afinal, de um vinho de sobremesa alemão? Leve doçura, bela acidez e muita gostosura – este é assim, sem tirar nem por.

Com aromas tostados, defumados, de açúcar e caramelo, lembra até um marshmallow queimando na fogueira. Uvas passas e um toque selvagem compõem-se ao lado do ataque açucarado, dando personalidade ao vinho à taça.

Seu corpo é leve, mas entra em boca macio, agraciando o paladar com a calda de frutas vermelhas que cobre todos os doces com quem harmoniza. É doce, mas tem acidez. É de sobremesa, mas não enjoa.

“Auslese”, para quem não sabe, é a denominação para vinhos alemães feitos de uvas colhidas mais maduras (mas não chegam a ser um colheita tardia ou, em alemão, “Spätlese”). São feitos apenas de uvas selecionadas manualmente, o que resulta em vinhos intensos em aromas e sabores, podendo ou não ser doce.

 Graduação alcoólica: 11,5%

História

“Weingut”, em alemão, quer dizer vinicultor. E este é um dos grandes, levando o nome da família Pfaffmann. Tudo começou com os, hoje, anciões da família: Rolf e Moni. Ainda hoje, aos 93 anos, a matriarca faz questão de participar da escolha das uvas de cada rótulo.

 

Atualmente, a produção é toda cuidada pela jovem e sorridente Tina Pfaffmann. Em uma viticultura totalmente orgânica, ela tenta passar em seus vinhos suas próprias características: teimosia (ou persistência?), alegria e vivacidade.

Produtos relacionados