Ciacci Piccolomini d'Aragona Brunello di Montalcino 2011
Toscana, Itália
Ciacci Piccolomini d'Aragona Brunello di Montalcino 2011
Nascido na terra da família do Papa Pio II, este é um dos Brunellos de mais nobre linhagem, cheia de fruta plena, opulenta, pronto para tomar, mas também com 10 - 12 anos de vida para frente.
Best seller badge

93

rp

93

we

94

js

94

ag

de R$ 680,00
Unidade R$ 399,90 em até 3x sem juros
Shipping Frete
grátis*
Checkout
seguro
Digicert Norton
Sobre o produto
Teor
alcoólico
15,0%
Descanso
60 min.
Tempo
de barrica
24 meses
Temperatura
18°
Uva/Corte
Sangiovese Grosso

Gosta de vinhos com história? Tem poucos que tem tanta quanto este, um verdadeiro conta de fadas moderno.

Leia até o final para saber mais… aqui queremos falar do vinho! E que vinho!

Começa por sua cor linda, rubina, com tons acobreados.

Na taça flutuam aromas balsâmicos e de couro, de sapataria mesmo, também carne guisada e aquelas barras grandes de chocolate ao leite antes serem cortadas, semente de erva doce…

Em boca, alcaçuz, hortelã, rosa… fruta seca para chá, flor seca também. Taninos leves para um Brunello do sul da DOCG. Macio em boca, com uma excelente presença de fruta, cerejas elétricas e geleia de morango. Mostra equilíbrio estupendo, uma persistência em boca de 20 segundos, se não mais… Uau!

Este vinho nasceu na melhor parte de Castellnuvo dellAbate, sub-região protegido pelo Monte Amiata pelos ventos quentes que vem do sul, também abençoado por solos ricos em minerais com ferro, argila e calcário, climatizado do verão toscano pelo Rio Orcia que fica ao lado.

Neste terroir a mestria da família Bianchini rendeu em 2011 um Brunello opulento e pronto para tomar, que ainda vai melhorar bastante nos próximos anos. Sem dúvida, um dos grandes vinhos Toscanos de todos os tempos.

94 Pontos - Vinous (Antonio Galloni) - “Simplesmente fabuloso. A dedicação à qualidade brilha ao degustar este vinho, cheio de cereja preta, ameixa, fumaça, tabaco, alcaçuz. Um vinho incrivelmente convidativo. Apesar da safra quente o álcool não sobrepõe, oferece um equilíbrio excelente para temperar a intensidade. Lindo agora, pode abrir!”

94 Pontos - James Suckling

93 Pontos - Wine Enthusiast

93 Pontos - Robert Parker

História

Em 1458 o Papa Pio II conquistou uma vasta expansão de colinas esverdeadas ideias para vinhas e o cultivo de grãos no sul da província de Siena.

Mais que 500 anos depois, em 1985, o último herdeiro do Papa, do ramo da família que controlava o território localizado no recém batizado DOCG Brunello di Montalcino, decidiu que após sua morte toda essa terra - inclusive os 40 hectares de Sangiovese Grosso - ia ser entregue ao enólogo da família, o Sr. Bianchini.

Foi assim que esta história Cinderella começou, e foi assim que nasceu um dos maiores nomes de vinho na Itália. O Bianchini decidiu manter o nome tradicional da família da Papa nos rótulos e na propriedade (Ciacci Piccolomini d’Aragona). Também, não somente continuou a tradição viticultura da família do Papa, como aprontou, levou ao seu ápice terroir tão abençoado que herdou.

Agora são mais que 20 anos que o Ciacci Piccolomini d’Aragona Brunello é considerado uma das marcas mais reconhecidos da viticultura Itália.

É tradicionalíssimo. Passa 30 - 34 meses em barrica de 60hl de carvalho esloveno antes ser engarrafado e continua por mais 6 meses em garrafa. Nunca usam carvalho novo, as vezes utilizando toneis com 40 - 45 anos!

Hoje, junto ao Collosorbo, Ciacci é considerado o produtor mais importante de Castellnuovo dell’Abate, a sub-região mais privilegiada do sul da DOCG Brunello di Montalcino.

Qsno7h70wnqtwxvbgtu1
Curador(a)
Alykhan Karim
Produtos relacionados