Château Sixtine Châteauneuf-du-Pape Blanc 2015 (Orgânico/Biodinâmico)
Châteauneuf-du-Pape, França
Château Sixtine Châteauneuf-du-Pape Blanc 2015 (Orgânico/Biodinâmico)
Um exemplar magnífico de um dos vinhos brancos mais raros e procurados da França.
Best seller badge Organico

93

ws

94

rp

92

ag

Produto indisponível
Sobre o produto
Teor
alcoólico
13,5%
Descanso
90 min.
Tempo
de barrica
12 meses
Temperatura
Uva/Corte
Roussanne

Este vinho é uma raridade até na própria França!

Apenas 6% do vinho produzido na AOC Châteaneuf-du-Pâpe é branco, isso devido às limitações do terroir. Na região quente e pedregosa são poucos os lugares que permitem com que as uvas Grenache Blanc, Roussanne, Bourboulenc, Clairette e Picpoul possam atingir o nível de elegância com corpo o suficiente para envelhecer pela longa guarda.

Porém os poucos viticultores que conseguem cultivar e produzir estes vinhos com sucesso oferecem ao enófilo sortudo um dos brancos mais complexos e valiosos do país.

O Château Sixtine, produtor tradicional que está na região há quase 400 anos, produziu apenas 2.000 garrafas deste Châteauneuf, que é feito com 100% Roussanne. Generosa, cheia de fruta e complexidade, tem untuosidade e corpo suficientes para aguentar a evolução de 12 meses em barrica sem perder a essência e identidade.

Ao verter na taça já se sente o pêssego maduro típico da uva, que junto com aromas de jasmim, pêra branca e pão fresco formam um bouquet rico e complexo. Encorpado mas nada pesado em boca, revela damasco, casca de laranja, um leve nuance de carvalho e uma acidez excelente.

Robert Parker, o mestre dos magos dos críticos, ao degustar disse que o vinho “talvez seja o maior triunfo da propriedade até agora” e que apesar de ser excelente hoje, certamente “melhorará ainda mais ao longo dos próximos 10 anos.” Prestigiou o vinho com 94 pontos, junto aos 93 pontos dados pela IWR, e os 92 pontos pelo Galloni.

Esta uma oportunidade incrível e limitada para provar um dos vinhos brancos mais intrigantes da França! Tomar agora (recomendamos passar pelo decanter) e deixar 2 ou 3 na adega para os próximos anos!

História

A região de Châteauneuf-du-Pape é pequena, se comparada a outras do sul da França. O solo é coberto por uma camada de 30 centímetro de pedras arredondadas, chamada de "ovos de pata", tanto pelo formato como pelo tamanho.

As videiras são baixas, rasteiras, impossibilitadas de tomarem altura por causa dos fortes ventos que vem do mediterrâneo. O calor absorvido pelas pedras durante o dia potencializa o amadurecendo das uvas. O alívio é que os ventos seguem soprando a noite, que surpreendentemente fica fresca, o que mantém a acidez e o frescor nas uvas.

Château Sixtine, em Châteauneuf-du-Pape, é um micro produtor extraordinário, que optou pela dificílima tarefa do preparo orgânico e biodinâmico, onde todo o meio ambiente é integrado, e a preservação da biodiversidade local é plena. A propriedade pertence à mesma família desde 1673, uma das mais antigas propriedades de todo o Rhône, hoje comandada por Jean-Marc Diffonty

Qsno7h70wnqtwxvbgtu1
Curador(a)
Alykhan Karim
Produtos relacionados