Brunello di Montalcino Tornesi 2010
Montalcino, Itália
Brunello di Montalcino Tornesi 2010
“Top 10 Brunellos da safra 2010”, classificou a revista Decanter ao avaliar este vinho. A altitude dos vinhedos faz com que este grande vinho mostre um lado elegante e refinado junto ao poder pelo qual o Brunello é famoso. Um belo exemplar da Sangiovese Grosso. Quantidades extremamente limitadas”.
Best seller badge

92

js

Produto indisponível
Sobre o produto
Teor
alcoólico
14,0%
Descanso
120 min.
Temperatura
17°
Uva/Corte
Sangiovese

A safra 2010 foi a “melhor safra de Brunello di Montalcino da minha vida”, disse o crítico James Suckling (ex-crítico da Wine Spectator). Este é um dos grandes achados dessa safra.

Tornesi é da velha guarda de Montalcino. O proprietário passou seus 70 anos na mesma vinícola, cuidando das mesmas videiras. Pela altitude delas e a exposição a um vento um tanto incomum na região, os vinhos resultam em elegância e equilíbrio, são mais reservados do que muitos dos hedonísticos e explosivos conterrâneos.

Este vinho passou 24 meses em carvalho da Eslovênia e mais 36 meses em garrafa, conforme as regras da denominação. O nariz propõe concentrados aromas de chocolate e café e, à boca, é volumoso, cheio de frutas negras e um toque terroso que lembrou cogumelos. A bela acidez que sentimos ao tomar o primeiro gole garante longevidade. A fruta quase onipresente nos Brunellos de 2010 permite que sejam acessíveis na juventude, mas 10 anos de guarda para este vinho serão muito bem recompensados.

Com 92 pontos pelo James Suckling, destacado na lista dos “Top 10 Brunellos de 2010” pela revista Decanter, este Brunello está disponível em quantidades extremamente limitadas (até o momento em que estou escrevendo este texto, menos do que 30 unidades!).

92 pontos - James Suckling

História

A safra de 2010 se beneficiou de condições perfeitas e é considerada excepcional. Precipitação generosa permitiu recarga vital das reservas durante o inverno e o tema continuou durante a primavera. Trouxe vigor para as videiras, enquanto o clima, durante os meses de verão, era quente o suficiente para uma ótima maturação, moderada por picos de calor extremo.

O resultado final trouxe vinhos de profundidade e complexidade, com bons níveis de acidez que trouxerem frescor para o fruto substancioso e maduro, além de taninos presentes. Existe uma enorme estrutura por trás desses vinhos que sugere uma vida longa.

Maurizio Tornesi é um dos antigos produtores de Montalcino, um barão de 70 anos. A propriedade está nas mãos da família desde 1790, antes mesmo da Itália virar uma nação. A família está entre os primeiros cinco produtores na região.

Dos sete hectares à altura de 400 metros, metade é dedicada à produção da Sangiovese Grosso (Brunello). O resto para a produção de azeite de oliva. A localização é privilegiada: ao lado da Biondi Santi, com vinhedos que ganham bastante exposição solar e do vento.

A vinificação é tradicional, com intervenção mínima, leveduras nativas e barricas da Eslovênia de segundo uso.

Qsno7h70wnqtwxvbgtu1
Curador(a)
Alykhan Karim
Produtos relacionados