Almaviva Concha y Toro - Rothschild 2015
Puente Alto, Chile
Almaviva Concha y Toro - Rothschild 2015
100 pontos para "o melhor vinho da América do Sul".
Best seller badge

99

rp

100

js

Produto indisponível
Sobre o produto
Teor
alcoólico
14,6%
Descanso
120 min.
Tempo
de barrica
18 meses
Temperatura
15°
Uva/Corte
Cabernet Franc
Cabernet Sauvignon
Carmenère
Petit Verdot

A safra 2015 foi excepcional, realmente bem balanceada, com muita expressão de fruta e com complexidade, estrutura e concentração, resultado direto de um ano perfeito com os rendimentos da Cabernet Sauvignon e da Carmenère. Para equilibrar a potência e deixar o vinho musculoso, mas sem exagero, foi balanceado com parcelas menores de Cabernet Franc, Petit Verdot.

O blend desta safra foi Cabernet Sauvignon (69%), Carménere (24%), Cabernet Franc (5%) e Petit Verdot (2%), com afinamento de 18 meses em barris novos de carvalho francês.

O vinho é de um azul naval incrível, que não deixa passar a luz. Os aromas intensos no começo entregam chocolate e cacau, que aos poucos se abre em alcaçuz, violeta, menta e caramelo. Depois de uma hora no decanter, vem pimenta do reino e cedro. No palato é aveludado, cheio de taninos doces e bem equilibrados, com madeira na medida, que se revela em favas de baunilha.

Um vinho que expressa a complexidade dos Grand Cru Classé de Bordeaux, e com o paladar fácil e macio dos grandes tintos chilenos. Para muitos especialistas, é a melhor corte bordalês criado no Chile.

Decantar por 2 horas e tomar agora ou ao longo dos próximos 15 anos.

100 pontos James Suckling: "Aroma glorioso e complexo de tabaco, amoras e notas de pedras e flores. Sugestões de chocolate amargo. Encorpado, muito apertado e compactado. Tem o mesmo caráter no palato, bem como pimenta de Caiena e outras especiarias. Adorei o 2014, mas isso mostra taninos mais finos. Tão equilibrado e harmonioso. Precisa de quatro ou cinco anos em garrafa, mas é uma alegria agora".

99 pontos Robert Parker. "Um grande triunfo no mundo do vinho, de um acordo de parceria selada em 1997 entre a Baronesa Philippine de Rothschild, Presidente do Conselho Consultivo do Barão Philippe de Rothschild SA, e Eduardo Guilisasti Tagle, Presidente da Viña Concha y Toro SA. O aristocrático 2015 Almaviva faz uma declaração como uma fusão perfeita de castas de Bordeaux. Este vinho, já exibindo excelente harmonia, tem groselhas, frutas pretas e essência de carvalho. Mas mais do que isso, o melhor vinho da América do Sul".

História

Em 1997, a baronesa Philippine de Rothschild, presidente do grupo Baron Philippe de Rothschild SA, e Don Eduardo Guilisasti Tagle, presidente da Viña Concha Y Toro. Ambos fecharam um acordo de parceria para criar um vinho premium franco-chileno excepcional. Resultado: Almaviva.

Produzido sob supervisão técnica dos enólogos da Rothschild, segue o conceito Grand Cru de Bordeaux: produzido de vinhedo único e engarrafado dentro da propriedade. Apesar de soar hispânico, Almaviva pertence à literatura francesa: Conde Almaviva é o herói de As Bodas de Fígaro, transformado em ópera pelo genial Mozart.

D9lwzdolcakifeyv7lpu
Curador(a)
Manuel Luz
Produtos relacionados