Quinta do Alqueve Touriga Nacional - Syrah 2008
Tejo DOC, Portugal
Quinta do Alqueve Touriga Nacional - Syrah 2008
"O melhor Syrah do Tejo." R. Parker.

90

rp

92

we

de R$ 450,00
Shipping Frete
grátis*
Checkout
seguro
Digicert Norton
Sobre o produto
Teor
alcoólico
14,0%
Descanso
60 min.
Tempo
de barrica
18 meses
Temperatura
15°
Uva/Corte
Syrah
Touriga Nacional

O crítico americano Robert Parker reconhece a Pinhal da Torre como a melhor produtora de Syrah de Portugal. De fato, seus vinhos são maravilhosos, mas o que me chamou a atenção foi este Touriga Blend com Syrah com 16 meses em carvalho e 10 anos de idade.

Na taça, a linda coloração rubi é escura com leve turbidez - pois o vinho não é filtrado. O aroma é delicioso: cacau, chocolate amargo, couro, tabaco suave, menta, pimenta seca...

Um gole revelou sabor tostado leve, caramelo, favas de baunilha e taninos que lembram chá preto. Um tinto encantador, com 10 anos de idade e potencial para mais 10.

Recebeu da Wine Enthusiast 92 Pontos, descrito como "repleto de aromas balsâmicos e com fruta densa", 90 Pontos por Parker.

Fica lindo com um bom lombo de bacalhau na brasa, arroz de pato ou queijo curado.

Na taça, a linda coloração rubi é escura com leve turbidez - pois o vinho não é filtrado. O aroma é delicioso: cacau, chocolate amargo, couro, tabaco suave, menta, pimenta seca...

Um gole revelou sabor tostado leve, caramelo, favas de baunilha e taninos que lembram chá preto. Um tinto encantador, com 10 anos de idade e potencial para mais 10.

Recebeu da Wine Enthusiast 92 pontos, descrito como "repleto de aromas balsâmicos e com fruta densa".

Fica lindo com um bom lombo de bacalhau na brasa, arroz de pato ou queio duro curado.

História

Localizada em Alpiarça, no coração do Tejo, a Pinhal da Torre possui uma adega construída nos anos de 1946, que é única pela sua construção e arquitetura.

Reconhecida como a capital do gótico, a região do Tejo, cuja grande cidade é Santarém, tem inúmeras ruínas que remontam ao século XI, e, afirmam alguns historiadores, esta é a região onde Portugal surgiu, durante a baixa Idade Média.

A zona do Tejo, poucos quilômetros longe do mar, tem algumas áreas abençoadas para viticultura e que conhece o renascimento desde os anos 2000. Neste período houve grande propagação da Touriga Nacional, Syrah e até mesmo Cabernet Sauvignon, o que deu um toque moderno aos vinhos locais, inclusive deliciosos e frescos brancos.

A Torre, que está no nome do vinho é uma referência à Torre das Cabaças, a construção que restou da muralha medieval de Santarém, também conhecida como Torre do Relógio. Foi construída no reinado de D. Manuel I, entre 1495-1521.

D9lwzdolcakifeyv7lpu
Curador(a)
Manuel Luz
Produtos relacionados