Kit Shiraz e Massa de Manjericão
Cidade do Cabo, África do Sul/ Primo Pastifício - São Paulo
Kit Shiraz e Massa de Manjericão
"Os sabores desse Shiraz tão sutil ficam ainda melhores ao lado dessa massa de manjericão. Com o molho pesto, então? Um jantar completo!"   Rafa dos Santos joga tênis e adora musicais, ainda mais se terminam em comida. Virou jornalista gastronômico na Europa e prometeu que aprenderá a fritar ovos.
Produto indisponível
Sobre o produto
Descanso
20 min.
Temperatura
16°

Conteúdo: 1x Cape Elephant Shiraz 2011 + 1x Massa Pastifício Primo Manjericão

Um Shiraz tão leve quanto a brisa da costa da Cidade do Cabo. Fininho, fácil de beber, traz seus taninos apenas para marcar as frutas nas bochechas.

Tamanha é a sutileza do elefante que uma taça (ou várias delas!) só poderia acompanhar um prato igualmente delicado. Na hora, não houve dúvida: a massa grano duro de manjericão da Primo Pastifício, nossa conhecida de longa data!

Seus sabores igualmente leves harmonizam um jantar completo - e por um custo benefício excelente.

Nossa sugestão é para um molho pesto, tão rápido de fazer quanto é o tempo de cozimento da massa,seis pontuais minutos. Caso prefira, tomatinhos cereja e um fio de azeite também resolvem a questão (e nem precisa colocar manjericão!).

Graduação alcoólica: 13,5% + Conteúdo: 260 g

História

Os elefantes estão tão presentes na África do Sul que existe até um lago em sua homenagem.

 

Cercada por esse animal tão característico, na Cidade do Cabo nasceu a Cape Elephant, talvez a mais africana das vinícolas (não só no nome e no sabor, mas por ser uma iniciativa 100% nacional).

 

Para acompanhar: massa grano duro de manjericão da Primo Pastifício!

 

Apesar da origem uruguaia, o nome “primo” não se refere aos nossos vizinhos latinos. Significa “primeiro” em italiano, e tem tudo a ver com a tradição resgatada pelo pastifício que Ivan Schiappacasse trouxe para Porto Alegre e, mais recentemente, São Paulo.

 

Tradição que se vê na porta da fábrica (que também funciona como loja e cozinha), onde estaciona uma Vespa 1960. Tradição que se reflete nas massas preparadas artesanalmente ali mesmo, aos olhos dos clientes, com a ajuda de antigas máquinas restauradas. Tradição na decisão de usar apenas farinha de grão duro, o que evita que as massas quebrem ou desbotem. Foi assim, sem conservantes, aromatizantes ou qualquer substituto para os ovos, que chegaram ao seu mantra: “viver é massa!”.

 

Produtos relacionados