A Uva dos Rappersuvas

Quando se escuta rap, ouvir o nome de uma uva não é exatamente a coisa que mais se espera. Nomes de carros, de mulheres, gírias e críticas sociais, sim. Mas uma uva?

Por incrível que pareça, a Pinot Grigio é citada não apenas em uma, mas em várias músicas de rappers americanos famosos.

A Pinot Grigio é uma uva da Alsácea, com casca rosada (também conhecida como Pinot Gris, devido à sua aparência de camurça cinza) , que pode até ser confundida com uma uva para vinho tinto. Mas, na verdade, a Pinot Grigio produz um vinho branco muito apreciado em várias partes do mundo. Dependendo de onde é plantada, pode ter um sabor completamente diferente, sendo uma uva bem versátil.

Nos Estados Unidos, lar da maioria dos rappers que têm a uva em suas letras, a Pinot Grigio se desenvolveu no Oregon e na Califórnia. No primeiro, ficou muito famosa a partir da década de 90, com notas de pera e especiarias. Já no “Golden State”, os vinhos de Pinot Grigio são viçosos, frescos, com aromas minerais e notas de pimenta e rúcula.

Mas que negócio é esse dos rappers falarem de vinho de Pinot Grigio nas músicas? Pra começar, vamos falar da música “Party Life”, do rapper Jay-Z. Esse cantor todo mundo conhece, até quem é uma assumida negação em rap (como a jornalista que vos fala): ele é um dos rappers mais bem sucedidos da história, marido da Beyoncé e por aí vai. Jay-Z, fala, na letra da música, que tomar Pinot Grigio o deixa mais poderoso que o Al Pacino em “Poderoso Chefão”. Logo depois ele emenda que o Robert De Niro fez um filme baseado na vida dele, em Casino (é outra piada, pois o filme também é sobre mafiosos estilosos e cheios da grana).

A música "Sorry", do rapper Andre 3000, também tem a uva logo na primeira estrofe: “My cup runneth over with Pinot Grigio, hold up!”. (“Minha taça transborda com Pinot Grigio, aguenta essa!”). André também é um rapper super famoso, pois faz parte da dupla Outkast, junto com "Big Boi" Patton. Tradução para os leigos do rap: André é o cantor do sucesso “Hey Ya!”, de 2003, que tinha um clip com ele mesmo em vários personagens e meninas agitando fotos polaroid. Lembrou, né?

Até a Amy Winehouse entrou no rap do Pinot Grigio. A cantora fez uma música com o Nas (outro rapper muito badalado e conhecido por sua antiga rixa com Jay-Z) chamada “Cherry Wine”. A música tem partes cantadas por ela e outras por ele, ambos falando como seria o parceiro ideal. E então Nas fala como gostaria de fugir um pouco da fama e ficar sossegado, curtindo seu Pinot Grigio com uma rodela de limão.

A música "Unnecessary", do ator e rapper Childish Gambino (mais conhecido pela atuação no seriado Community, da NBC), é um pouco menos romântica. Com uma letra relativamente pesada (o que não é incomum no rap), Gambino fala como ele é “o cara”, com sua grana e sua fama. E, claro, com Pinot Grigio. A música do Wiz Khalifa, “Gang Bang”, também segue o mesmo estilo: ele é o bom, ele tem grana, ele tem todas as mulheres que ele quer (que não são exatamente chamadas de “mulheres” nas músicas, se é que me entende), ele tem correntes de ouro e carros bacanas. E ele toma Pinot Grigio. Ié! Ôh!

Quer mais? O rapper Drake (que esteve em primeiro lugar nas paradas por bastante tempo, antes do Eminem surgir) fala, em sua música “Do it all”, como sua vida mudou com o dinheiro da fama. A frase “Now my life is angel hair and Pinot Grigio” (“Agora minha vida é cabelo de anjo e Pinot Grigio) resume a música toda. Pois é, o vinho deve realmente ficar bom com uma massa de fios de ovos.

Agora, a pergunta que não quer calar: Por quê? Não há exatamente uma explicação, mas rappers parecem gostar de vinho branco - Pinot Grigio, especificamente. Lançarei uma hipótese: muitas letras de rap falam sobre evolução econômica, garotos que saíram do gueto e agora são rappers conhecidos e bem endinheirados; e também sobre a fama, o poder e a ostentação. E o vinho, queira ou não, ainda é uma bebida que representa o luxo e a riqueza, a elevação à uma sociedade refinada. Pelo menos é assim que o Pinot Grigio é taxado, na maior parte das letras.

Então, se você gosta de rap, coloque sua corrente de ouro e curta um delicioso Pinot Grigio, ouvindo sua música. E pra você que não gosta de rappers, vale a pena descobrir por que eles adoram esse vinho. Yeah!

COMPARTILHE


Artigos relacionados

Sem dúvida, Sonoma está na rota dos principais destinos de enoturismo dos Estados Unidos.

DESCUBRA

Se você acha que sabe tudo sobre a Malbec, pense de novo! E leia esta matéria, claro.

DESCUBRA

MourvèdreGlossário

A uva Mourvèdre é de origem espanhola, mas é mais conhecida pelo nome francês. Na Espanha, é chamada de Monastrell.

DESCUBRA