A Uva dos Rappersuvas

Quando se escuta rap, ouvir o nome de uma uva não é exatamente a coisa que mais se espera. Nomes de carros, de mulheres, gírias e críticas sociais, sim. Mas uma uva?

Por incrível que pareça, a Pinot Grigio é citada não apenas em uma, mas em várias músicas de rappers americanos famosos.

A Pinot Grigio é uma uva da Alsácea, com casca rosada (também conhecida como Pinot Gris, devido à sua aparência de camurça cinza) , que pode até ser confundida com uma uva para vinho tinto. Mas, na verdade, a Pinot Grigio produz um vinho branco muito apreciado em várias partes do mundo. Dependendo de onde é plantada, pode ter um sabor completamente diferente, sendo uma uva bem versátil.

Nos Estados Unidos, lar da maioria dos rappers que têm a uva em suas letras, a Pinot Grigio se desenvolveu no Oregon e na Califórnia. No primeiro, ficou muito famosa a partir da década de 90, com notas de pera e especiarias. Já no “Golden State”, os vinhos de Pinot Grigio são viçosos, frescos, com aromas minerais e notas de pimenta e rúcula.

Mas que negócio é esse dos rappers falarem de vinho de Pinot Grigio nas músicas? Pra começar, vamos falar da música “Party Life”, do rapper Jay-Z. Esse cantor todo mundo conhece, até quem é uma assumida negação em rap (como a jornalista que vos fala): ele é um dos rappers mais bem sucedidos da história, marido da Beyoncé e por aí vai. Jay-Z, fala, na letra da música, que tomar Pinot Grigio o deixa mais poderoso que o Al Pacino em “Poderoso Chefão”. Logo depois ele emenda que o Robert De Niro fez um filme baseado na vida dele, em Casino (é outra piada, pois o filme também é sobre mafiosos estilosos e cheios da grana).

A música "Sorry", do rapper Andre 3000, também tem a uva logo na primeira estrofe: “My cup runneth over with Pinot Grigio, hold up!”. (“Minha taça transborda com Pinot Grigio, aguenta essa!”). André também é um rapper super famoso, pois faz parte da dupla Outkast, junto com "Big Boi" Patton. Tradução para os leigos do rap: André é o cantor do sucesso “Hey Ya!”, de 2003, que tinha um clip com ele mesmo em vários personagens e meninas agitando fotos polaroid. Lembrou, né?

Até a Amy Winehouse entrou no rap do Pinot Grigio. A cantora fez uma música com o Nas (outro rapper muito badalado e conhecido por sua antiga rixa com Jay-Z) chamada “Cherry Wine”. A música tem partes cantadas por ela e outras por ele, ambos falando como seria o parceiro ideal. E então Nas fala como gostaria de fugir um pouco da fama e ficar sossegado, curtindo seu Pinot Grigio com uma rodela de limão.

A música "Unnecessary", do ator e rapper Childish Gambino (mais conhecido pela atuação no seriado Community, da NBC), é um pouco menos romântica. Com uma letra relativamente pesada (o que não é incomum no rap), Gambino fala como ele é “o cara”, com sua grana e sua fama. E, claro, com Pinot Grigio. A música do Wiz Khalifa, “Gang Bang”, também segue o mesmo estilo: ele é o bom, ele tem grana, ele tem todas as mulheres que ele quer (que não são exatamente chamadas de “mulheres” nas músicas, se é que me entende), ele tem correntes de ouro e carros bacanas. E ele toma Pinot Grigio. Ié! Ôh!

Quer mais? O rapper Drake (que esteve em primeiro lugar nas paradas por bastante tempo, antes do Eminem surgir) fala, em sua música “Do it all”, como sua vida mudou com o dinheiro da fama. A frase “Now my life is angel hair and Pinot Grigio” (“Agora minha vida é cabelo de anjo e Pinot Grigio) resume a música toda. Pois é, o vinho deve realmente ficar bom com uma massa de fios de ovos.

Agora, a pergunta que não quer calar: Por quê? Não há exatamente uma explicação, mas rappers parecem gostar de vinho branco - Pinot Grigio, especificamente. Lançarei uma hipótese: muitas letras de rap falam sobre evolução econômica, garotos que saíram do gueto e agora são rappers conhecidos e bem endinheirados; e também sobre a fama, o poder e a ostentação. E o vinho, queira ou não, ainda é uma bebida que representa o luxo e a riqueza, a elevação à uma sociedade refinada. Pelo menos é assim que o Pinot Grigio é taxado, na maior parte das letras.

Então, se você gosta de rap, coloque sua corrente de ouro e curta um delicioso Pinot Grigio, ouvindo sua música. E pra você que não gosta de rappers, vale a pena descobrir por que eles adoram esse vinho. Yeah!

COMPARTILHE


Artigos relacionados

Sem dúvida, Sonoma está na rota dos principais destinos de enoturismo dos Estados Unidos.

DESCUBRA

MourvèdreGlossário

A uva Mourvèdre é de origem espanhola, mas é mais conhecida pelo nome francês. Na Espanha, é chamada de Monastrell.

DESCUBRA

Sonoma ValleyGlossário

Sonoma Valley é considerada o berço da indústria do vinho na Califórnia, cidade que é a maior produtora da bebida nos Estados Unidos.

DESCUBRA