Pinot Noir para o verão brasileiro

Pinot Noir é mesmo caprichosa, mas quando encontra o lugar e clima ideais produz vinhos fantásticos.

Todo apreciador de vinhos já ouviu falar dos caprichos da Pinot Noir. Ela é mesmo caprichosa, mas quando encontra o lugar e clima ideais produz vinhos fantásticos.

Diferente da jáconhecida e tão apreciada Cabernet Sauvignon, é uma variedade de mais difícil adaptação devido a sua casca mais fina, o que a torna menos resistente. Gosta dos climas frios. Sua brotação e amadurecimento acontecem mais cedo que outras variedades, então nas regiões mais frias seudesenvolvimento se dá mais lentamente, ganhando em aromas, cor e acidez.

Os vinhos de Pinot Noir tem, menor carga de taninos e menos elementos de cor que a Cabernet Sauvignon. São vinhosque primam mais pela elegância que pela potência, mas nem por isso tem menos estrutura. Na Bourgogne, sua região de origem e onde é referência, a Pinot Noir gera vinhos cuja estrutura de acidez, álcool e taninos lhes permite longo tempo de guarda.

Seus aromas destacam o caráter frutado, algo de especiarias e toques que vem da terra, como champignon. São vinhos ricos em acidez e frescor, que nascem dos climas frios para refrescar o paladar dos apreciadores dos climas quentes, como o dos brasileiros.

Os verões cada vez mais quentes do Brasil pedem bebidas mais leves e refrescantes. No caso dos vinhos isso significa teor de álcool mais baixo e acidez refrescante. Espumantes, brancos e rosés são a pedida ideal, mas para os amantes do vinho que não abrem mão de um bom tinto, então sem dúvida a Pinot Noir é a uva perfeita para o nosso verão.

Seu caráter frutado e acidez vibrante, além dos diferentes estilos, que vão dos mais leves e frutados aos mais sofisticados e com mais corpo,dão aos vinhos feitos com esta uva uma versatilidade incrível para combinar com os mais diferentes pratos e ocasiões.

Quer relaxar num final de tarde ou em um happy hour com os amigos? Que tal trocar a tradicional cerveja por um Pinot Noir bem refrescado? Para acompanhar, a escolha deve seguir o mesmo estilo de leveza, como uma bruschetta de tomates com azeite e manjericão. Além de saboroso, vai ajudar a manter a forma!

Em se tratando de uma refeição mais caprichada,deixe para o inverno os pratos pesados, gordurosos e com muitos temperos, que ajudama elevar a temperatura corporal. Opte por pratos mais leves e saborosos, como um bom filé grelhado, uma massa com molho de tomates frescos ou um prato a base de cogumelos.

Fico até mesmo pensando no nosso bom churrasco gaúcho. Além da tradicional carne vermelha, um galeto ou um xixo (espeto em que se alterna pedaços de carne com pimentões, tomate e cebola) vão ser bem escoltados por um Pinot Noir.

E nada de temperatura ambiente na hora de servir estes vinhos! Em tempos que a temperatura tem chegado facilmente a 30o em quase todo o país, estes vinhos ficarão bem mais agradáveis se servidos em torno de 14o a 16o.

Abasteça então sua adega com algumas boas garrafas de Pinot Noir, pois o verão só está começando e promete se manter bem quente.

Por Sonia Denicol

Harmoniza com esta matéria:



Best seller badge

Budapeste, Hungria

Zwack Maximilian Brandy de Tokaji (500 ml)

Até 30% OFF

Tokaji, Hungria

Tokaji Evinor Aszú 3 Puttonyos 2013 (500 ml)

Até 44% OFF
Best seller badge

Nagyrév, Hungria

Mátrai Pinot Noir 2018

Até 25% OFF
Best seller badge

Sonoma, California, Estados Unidos

DeLoach Heritage Reserve Pinot Noir 2016

Até 25% OFF