Grenache pelo mundouvas

Conhecida como Grenache na França, Garnacha da Espanha e Cannonao na Itália, essa uva já é plantada no mundo inteiro (há boatos não confirmados de que seja a uva mais plantada no mundo).

Mas se ela é tão plantada, porque seu nome não soa tão familiar como Cabernet Sauvignon ou Merlot? Segundo o especialista em vinhos Jorge Lucki, o motivo é o rótulo dos vinho. “Entre o sul da França e a Espanha está 90% de todas as plantações de Grenache", explica ele. Os rótulos europeus não trazem o nome da uva enfatizado, e sim das regiões. Sendo assim, você já deve ser bebido muitos vinhos de Grenache sem nem ao menos saber. Ela entra na composição de muitos vinhos do Mediterrâneo, incluindo os vinhos do Languedoc, Provence, Rhône Sul, Sardenha, Córsega e Espanha.

Para aumentar a popularidade da uva que já é muito apreciada, mas não necessariamente conhecida, o dia da Grenache foi criado. A ideia surgiu em 2010, durante o evento Grenache Symposium.

A uva de muitos nomes também pode apresentar muitos sabores, dependendo da parte do mundo que é cultivada. Com certeza existe uma Grenache para o seu paladar. Dê uma volta ao mundo com a Grenache e descubra qual o seu país preferido para a cepa!

França

Apesar de ter nascido na Espanha, foi no país vizinho que a Grenache encontrou a base para seu sucesso. A uva chegou ao sul da França pouco depois do século XIII, depois migrou para Roussillon, Languedoc e finalmente chegou ao vale do Rhône, onde encontrou seu lar.

Ela se dá muito bem por lá mesmo sozinha, mas também pode ser utilizada em cortes com Syrah, Cinsault, Carignan e outras castas (só no Châteauneuf-du-Pape, uma das apelações em que ganha ainda mais prestígio,no sul do Rhône, são autorizadas outras 12 variedades).

Com intensa coloração, os Grenaches franceses têm taninos intensos e redondos, que dão grande longevidade aos aromas frutados que seus vinhos trazem.

Espanha

Em sua terra natal, a Grenache muda seu nome para Garnacha (também conhecida como Alicante). É cultivada em todo o norte do país, com destaque para as regiões de Rioja e Navarra.

A grenache da Espanha entra em muitos cortes com a Tempranillo, mas também é explorada individualmente, resultando em vinhos poderosos. Os melhores nascem de parreiras bem antigas, chamadas “Garnacha Vieja” (grenhache velha), resultando em vinhos escuros, intensos e profundos.

Itália

É no país da massa que a Grenache ganha várias outras faces. A ilha de Sardenha teve, historicamente, muita influência espanhola. E a Garnacha, como parte dessa herança espanhola, também esteve por lá, porém com o nome de Cannonau.

Na Itália, seus vinhos são, em sua maioria, bem leves e pouco complexos, feitos para se beber enquanto ainda jovens - os chamados "vinhos para o dia a dia". Mas também podemos achar vinhos mais concentrados, sendo comum os aromas balsâmicos e defumados.

Austrália

A Grenache atravessou os mares e chegou à Oceania! Até metade da década de 60, era a uva mais plantada na Austrália, mas aos poucos a Syrah e a Cabernet Sauvignon foram tomando mais terreno. Mas isso não significa que a Grenache ainda não seja expressiva no país, onde é explorada principalmente em vinhos fortificados e licorosos.

Encontramos parreiras de grenache com até 140 anos (algumas das mais velhas do mundo!), que resultam em vinhos com toques de frutas negras e especiarias, como gengibre e canela.

Estados Unidos

A Grenache conquistou o Novo Mundo através de sua presença nos Estados Unidos, mais especificamente na Califórnia. Vinhos de produção cuidadosa e reduzida dessa casta podem surpreender bastante, trazendo frutas vermelhas, cerejas e ervas.

Líbano

Como é que é?! Pois é, a Grenache chegou até o Oriente Médio! A vinicultura do Líbano tem forte influência francesa, com várias castas nativas da França ou que tiveram sucesso por lá (como é o caso da Grenache). O clima seco e quente do país é um paraíso pra Grenache, que se mostra aqui através de vinhos equilibrados, com taninos macios e toques de alecrim e pimenta.

Agora que você já conhece a Grenache, que tal experimentar a uva em diferentes terroirs?

COMPARTILHE


Artigos relacionados

Personalidade forte, como todo bom espanhol. Olé! Conheça a uva tinta de muitos nomes: Garnacha!

DESCUBRA

Se você acha que sabe tudo sobre a Malbec, pense de novo! E leia esta matéria, claro.

DESCUBRA

MourvèdreGlossário

A uva Mourvèdre é de origem espanhola, mas é mais conhecida pelo nome francês. Na Espanha, é chamada de Monastrell.

DESCUBRA