Harmonização de cerveja?!seja-um-craque

Que vinho e comida harmonizam, todo mundo sabe. Mas a cerveja também? Descubra!

A cerveja tem amplas possibilidades de harmonização por sua diversidade como força alcoólica, doçura e secura, acidez, amargor, condimentação, carbonatação, notas tostadas, carameladas, frutadas, etc...

O princípio mais básico de qualquer harmonização é o equilíbrio. Pratos leves pedem cervejas leves. Pratos mais intensos pedem cervejas mais intensas.

Harmonização por semelhança

A harmonização parte de dois princípios de semelhança, como doçura versus doçura e acidez versus acidez.

Um queijo gouda, por exemplo, com suas notas frutadas, leve adocicado, certa picância e bastante gordura, acompanhado de uma Strong Golden Ale belga. A cerveja se assemelha com as mesmas notas frutadas e este certo dulçor, além de ter álcool suficiente para quebrar a gordura do queijo, limpar o palato para o próximo bocado.

Outra harmonização clássica é de chocolate com Imperial Stout. O estilo de cerveja é geralmente bem escuro, com notas de café, chocolate e, em alguns casos, apresenta leve dulçor maltado no centro, mas a grande maioria tem amargor proveniente do malte torrado. Essas notas fazem um casamento perfeito com praticamente todos os tipos de chocolate!

Harmonização por contraste

A harmonização é mais difícil, mas, quando bem feita, é incrível! Os princípios partem das seguintes oposições: salgado versus doce, doçura versus amargor, "picância" versus doçura.

Um bom exemplo são ostras, com sua acidez e sabores marinhos, com uma Dry Stout bem seca e torrada.

Uma combinação que eu particularmente adoro é uma Fruit Lambic, cerveja de fermentação espontânea, bem ácida e com adição de frutas como cereja (Kriek), acompanhada de chocolate branco. A grande acidez da cerveja brinca com o doce do chocolate e quebra a gordura (que todo chocolate branco tem de sobra!).

Vamos por tipos...

Amargas (IPA, Dortmunder, Stout, Pumpkin)

comida mexicana, bolinhos de peixe, chorizo, pratos picantes, embutidos...

Frutadas (Lambic, Witbier, Fruit Beer)

salada, tartare, caranguejo, cheescake, sorvete...

Defumadas/Tostadas (Rauchbier, Brown Schwarzbier, Red, Amber)

castanhas, bacon, nachos, costela com barbecue, churrasco...

Alcoólicas (Belgian Strong Trapista, Golden Strong, Bock, Malt Licor)

aspargo, bouillabaisse (sopa de peixes brancos), chorizo, mousse de chocolate, queijo cremoso...

Doces (Malzbier, Porter, Lambic)

cheescake, carne de búfalo, tiramissu, foie gras, crème brûlée...

Especiais (Saison, Gueuze, Sazonais e com adição de outros componentes)

escargot, mexilhões, empanadas, ceviche, falafel...

Refrescantes (Trigo, Pilsen, APA, Lambic)

cuscuz marroquino, enchilada, kebab, omelete, lula frita...

Encorpadas (Golden Strong, Dark Strong Ale, Blond)

presunto assado, polvo, risoto, lagostins, pesto...

Para cada prato e ocasião existe uma cerveja. Aprecie esse mundo de possibilidades! Já tentou essa harmonização? Escolha sua preferida e experimente.

COMPARTILHE

Artigos relacionados

A bruschetta é a mais pensada para entradas italianas! Esse mundo da gastronomia reserva muito mais que pão!

DESCUBRA

HarmonizaçãoGlossário

A harmonização, ou enogastronomia, é a arte de combinar vinhos e alimentos.

DESCUBRA

Ritz é um bar e restaurante em São Paulo.

DESCUBRA