Vinho verde... Não é verde

Para a surpresa da maioria, Vinho Verde não é verde, mas branco.

Para a surpresa da maioria, Vinho Verde não é verde, mas branco.

Com algumas ressalvas, pode ser encontrada sua versão tinta também! Surpreso? Tem mais: até hoje, nunca foi bem explicado por que seu nome recebeu tal adjetivo - vamos às versões!

A versão dita oficial, usada por muitos anos, dizia respeito à origem do nome em decorrência à cor predominante na paisagem da região portuguesa do Minho, denominação de origem de onde saem esses vinhos. Pois é, reza a leda que o local verde e fresco teria inspirado o nome da bebida. Será?

Há quem diga que o nome se deve à acidez presente no vinho, que lembra o sabor apreciado com uvas verdes no palato. Outros garantem que o frescor e a juventude com que o vinho deve ser bebido dão origem ao nome. Não entendeu? Verde é o contrário de maduro, ou seja, um sinônimo de fresco e jovem.

Bom, como não existe gabarito, pode escolher a versão que preferir! No fundo, isso não importa tanto assim. Pelo menos agora já sabe que Vinho Verde diz respeito à denominação e não à cor do vinho. Que é branco e pode ser tinto também, que suas uvas são colhidas antes da época da vindima, que é jovem e fresco, e que é produzido exclusivamente no Minho.

Direto ao ponto

Leveza, baixa graduação alcoólica, frescor, algumas borbulhas e boa acidez são as características que tornaram o Vinho Verde um dos mais conhecidos de Portugal. Pode surpreender o nariz e o palato com um buquê super aromático e recordações cítricas.

Ideal para qualquer momento, acompanha bem saladas, peixes e massas com frutos do mar. Mas fica melhor ainda com frituras - sua acidez e o caráter levemente frisante são excelentes para segurar a gordura de qualquer petisco de bar.

Colheita antecipada

As uvas do Minho precisam ser colhidas pouco antes do período de vindima, de modo a evitar as chuvas que caem ao norte de Portugal durante o outono. Eis a razão para ser um vinho frutado, fresco e com baixo teor alcoólico.

Ao todo, mais de vinte variedades podem ser utilizadas, porém a uva Alvarinho é de longe a mais utilizada.

Por Gustavo Jazra

Harmoniza com esta matéria:



Best seller badge Organico

94

rp

Vinho Verde, Portugal

Quinta do Ameal Loureiro 2015 (Orgânico)

Até 28% OFF
Best seller badge

Douro, Portugal

Barriquinha Tinto 2017

Até 20% OFF
Best seller badge

94

we

Setúbal, Portugal

Quinta da Bacalhôa Cabernet Sauvignon 2014

Até 37% OFF

92

ad

Alentejo, Portugal

Quinta do Carmo Branco 2017

Até 17% OFF