O tesouro de Montefalco

Quando se trata de Itália, a tradição é algo importante.

A Itália é muito mais do que Barolo e Brunello. Apesar de serem vinhos maravilhosos, o país esconde outros tesouros de mesma qualidade, porém menos conhecidos.

É na região italiana de Umbria, na comuna de Montefalco, que um desses tesouros nasceu.
A Itália pode se vangloriar de ser o único país a produzir vinhos em todo o seu território. E, nessas regiões, a quantidade de uvas autóctones (uvas originais da região, que podem existir apenas naquele local) são inúmeras. Umas dessas castas é nativa da Umbria, e é chamada uva Sagrantino.
Essa uva já começa sendo especial por conta do seu poder na saúde humana: é uma das uvas que contém mais polifenóis, substância comprovadamente benéfica ao sistema cardiovascular. O vinho produzido com essa casta, portanto, traz benefícios ao coração, tendo substâncias com ação antiinflamatória e que diminuem os níveis de açúcar no sangue.

Os vinhos produzidos com a Sagrantino são escuros, com taninos presentes, um corpo intenso e muita personalidade.
A Umbria, terra natal da Sagrantino, era a terra dos Etruscos, os mesmos que povoavam a Toscana. Hoje, é a única região italiana que não possui litoral. Mas as inúmeras vilas medievais, com seus mosteiros, abadias e conventos, conservam um passado cheio de relíquias, atraindo muitos turistas. A Umbria é cercada pelos Apeninos, grande cordilheira que se estende por 1000km ao longo da Itália central e da costa leste.
Por estar tão protegida, é estranho que os efeitos do mar possam chegar até a região. Mas eles chegam! O Rio Tibre, que atravessa a Umbria juntamente com vários outros rios e córregos, acaba funcionando como um funil, trazendo correntes mornas do mar Mediterrâneo pra dentro dos terrenos da Umbria. Contrapondo essas correntes mornas, os ventos frios da cordilheira também exercem influência na região, completando um terroir todo especial.

E, dentro desse cenário, a área de Montefalco se destaca. O solo de Montefalco é argiloso, com um pouco de calcário e areia, ideal para a uva Sagrantino.
Em Montefalco, são produzidos dois tipos de vinho: o Montefalco Rosso (um corte de sangiovese e outras uvas, com no mínimo 10% de Sagrantino) e o valioso Sagrantino di Montefalco, feito 100% com uvas Sagrantino.
Diferentemente do Rosso, que é DOC (Denominazione di origine controllata), o Sagrantino di Montefalco foi elevado à categoria DOCG (Denominazione di origine controllata e garantita - Denominação de Origem Controlada e Garantida), uma prova oficial de que esse vinho escuro, denso e forte é único e incomparável.

O Sagrantino di Moltefalco tem aroma de uvas passas e ameixas, alcatrão e pinho. Na boca, as framboesas, cerejas e amoras se destacam. É rico, apimentado e encorpado, sendo um dos vinhos mais tânicos e potentes da Itália.
O Sagrantino ainda não é tão conhecido, mas vem sendo extremamente apreciado e é comparado aos grandes vinhos italianos. É um vinho um tanto quanto difícil de encontrar, pois só existem 160 hectares de plantação da Sagrantino em Montefalco, tornando-o ainda mais valioso. Literalmente, um tesouro desconhecido que vale muito a pena apreciar!

Por Fernanda Braite

Harmoniza com esta matéria:



Salento, Itália

Al Bano Salice Salentino 2016

Até 24% OFF
Best seller badge Organico

Toscana, Itália

Domizio Toscana Rosso 2015 (Orgânico)

Até 29% OFF

Toscana, Itália

Rocca di Mare Brunello di Montalcino 2012

Até 10% OFF

91

js

91

ws

Toscana, Itália

Lamole di Lamole Chianti Classico Raccolto 2014

Até 33% OFF