França, o país onde tudo começou...

Fonte de inspiração para muitos produtores, a França exibe um leque de vinhos. Descubra. Descubra o lugar em que tudo começou.

Fonte de inspiração para muitos produtores, a França exibe um leque de vinhos. Descubra.

Berço de muitas variedades e de diversas técnicas pioneiras, a indústria vinícola da França inspirou o mundo a fazer vinhos como os seus. Outros países produzem vinhos de qualidade similar a de algumas regiões, mas ainda assim, os rótulos continuam com o ‘padrão França’ de qualidade.

Um dos principais destinos turísticos do mundo, a França tem paisagens de norte a sul que já tiraram o fôlego de muita gente... dos famosos balneários no Mediterrâneo ao Maciço dos Alpes, na fronteira com a Suíça, incluindo todos os castelos espalhados por todo território, uma lembrança do período de reis e rainhas que governaram o país e deixaram marcas em diversas áreas do patrimônio nacional. Essa história está contada em pontos turísticos por todo seu território: das ruínas do período em que o país pertenceu ao Império Romano, aos prédios remanescentes da Era de Napoleão, o país transborda história!

Quando a conversa é sobre vinhos franceses, pode-se tanto falar de vinhos brancos aromáticos a tintos encorpados, incluindo também os rótulos de “nome próprio” como Champagne, Chablis, Beaujolais, Jura, entre outras garrafas-celebridades.

As principais regiões vinícolas são 10, mas dentro de cada uma existem inúmeras sub-regiões, Denominações de Origem e outras classificações do sistema francês, um dos mais complexos do mundo – exatamente por conta da tradição vitivinícola nacional, e pela variedade, qualidade e quantidade da produção nacional de vinhos. No final do século XIX, eram mais de 450 AOC – as chamadas Denominações de Origem Controlada.

A Borgonha, região vinícola no centro-leste do país, é lar de diversos rótulos “celebridades”, conhecidos e valorizados pelo seu terroir e por seu produtor, ao invés da variedade da qual foi produzido: quem nunca ouviu falar de Chablis, Beaujolais, Mâconnais e do Aligoté, o vinho batizado em referência à uva que só existe na região?

Os vinhos de Bordeaux são famosos pelo corte, feito principalmente de Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc e Merlot, mas que também pode utilizar Malbec, Carmenère e Petit Verdot. Assim os rótulos de Champagne, prestigiados pela exigência de fabricação sob determinadas regras para herdarem o “título”.

A gastronomia é extremamente valorizada – cada refeição é mais o ato de se alimentar, há tempos comer tornou-se um ritual de muitas etapas – e por conseqüência, o destaque dado aos vinhos não é surpresa: são inúmeros estilos, indicações e ocasiões para bebê-los. E uma vez na França, faça como os franceses: prepare sua taça e as emoções, e deguste!

Oui?

Por Sonoma Brasil



Organico

91

we

90

ta

Alsácia, França

Gustave Lorentz Cremant d'Alsace Brut Rosé (Orgânico)

Borgonha, França

Guy Bocard Meursault-Charmes Premier Cru 2001

Organico

91

we

90

ta

Alsácia, França

Gustave Lorentz Crémant d'Alsace Brut (Orgânico)