Geleia natural: uma delícia, mas saudável?

Quem não gosta de acordar logo cedo e ser surpreendido com uma explosão de sabores no café da manhã?

Quem não gosta de acordar logo cedo e ser surpreendido com uma explosão de sabores no café da manhã? Entre uma refeição e outra, cabe um lanchinho com geléia?

A gastronomia na França sempre é exaltada pela sua elegância, delicadeza e, também, pela forma deliciosa de combinações. Pelo menos aqui no Brasil quando falamos que tal produto é francês, a certeza de ser bom e agradar o paladar é quase plena. Os franceses também são mestres na elaboração de doces e, é claro, as geleias não poderiam ficar de fora.

Além de deixar uma mesa de café da manhã ou lanche da tarde muito mais bonita, as geleias de frutas são saborosíssimas e, as naturais, podem ser opções mais saudáveis e nutritivas se comparadas às margarinas ou manteigas, uma vez que podem conter gordura trans - aquela inimiga da saúde. “Principalmente as de frutas vermelhas são mais saudáveis, já que possuem mais vitaminas e antioxidantes, que podem ajudar, inclusive, no emagrecimento e rejuvenescimento facial”, avisa a nutricionista Paula Castilho, do Sabor Integral Consultoria em Nutrição, em São Paulo.

Para as mulheres quem têm medo de sair da dieta consumindo geleias, vale lembrar que podem, sim, acrescentá-la ao cardápio, mas sem exagerar na dose, já que elas contêm açúcar, que em demasia, pode levar à diabetes e ao aumento de peso. “O ideal é consumir uma quantidade pequena, equivalente a uma colher de sopa. Tudo deve ser controlado, até alimentos que fazem bem à saúde”, comenta a nutricionista.

Geleia brasileira com toque francês

Existem muitos países produtores de geleias no mundo, mas a França chama atenção devido seu método diferente do convencional. A idealizadora da marca “Doce Mathilda”, em São Paulo, que produz geleias naturais, coincidentemente é francesa e está no Brasil desde os seis anos de idade. Sua mudança, no entanto, não a deixou longe de sua terra natal, já que por aqui ela elabora geleias com o método francês. “Os franceses até hoje são muito tradicionalistas, e eu, por ser francesa, acabo empregando o mesmo estilo para elaborá-las. O método tradicional francês visa o uso de frutas frescas e açúcar, sem adição de água, gelificantes e bagaços de frutas, como muitas vezes são usados nos produtos industriais para aumentar o volume, o que prejudica o sabor das frutas”, explica Laetitia Castello Branco, proprietária da marca.

O sabor irresistível deve-se ao modo como é feito, de maneira artesanal e com produtos de extrema qualidade. “Muitas pessoas me perguntam se faço sem adição de açúcar, mas não, pois senão não seria geleia, já que por definição e por lei na França elas devem ter 50% de açúcar e mais 50% de frutas. E é graças ao açúcar que a geleia se conserva por mais tempo e, ainda, deixa a cor mais bonita”, comenta.

E para você, qual fruta se adapta melhor na "versão geleia"?

Por Andressa D'Amatto



Best seller badge

Budapeste, Hungria

Zwack Maximilian Brandy de Tokaji (500 ml)

Até 30% OFF

Tokaji, Hungria

Tokaji Evinor Aszú 3 Puttonyos 2013 (500 ml)

Até 44% OFF
Best seller badge Organico Natural

90

gd

Vale do Bío-Bío, Chile

Cacique Maravilla Côt/Pais/Cabernet Blend 2015 (Biodinâmico/ Natural)

Até 33% OFF
Best seller badge

96

we

Tokaji, Hungria

Royal Tokaji 5 Puttonyos 2013 (250ml)

Até 38% OFF