Flor de sal: descubra esse tempero

O sal é, sem dúvida, o tempero mais fundamental da cozinha. Descubra um sal, digamos, diferente!

O sal é, sem dúvida, o tempero mais fundamental da cozinha. Descubra um sal, digamos, diferente!

Sem ele, nenhum prato tem graça e sabor. Em meio a tantas opções disponíveis deste tempero, um tipo em especial tem chamado atenção dos mais aficionados do mundo gourmet: a flor de sal. Mas, afinal, qual a sua diferença?

O nome delicado expressa com exatidão sua característica leve e sutil. Retirada da primeira camada que se cristaliza na superfície das salinas, este é, com certeza, um dos produtos mais desejados no “mundo salgado”. São pequeninos cristais de textura crocante e sabor que pode lembrar flor – que por sinal pode ser uma das possíveis razões do seu nome. O preço, também salgado em comparação ao sal comum, é justificável. Para a extração da flor de sal é necessário cerca de 80 quilos de sal marinho bruto para se obter apenas um quilo da iguaria. Incrível, não?

Reza a lenda que a flor de sal começou a ser extraída pelos celtas no princípio da Era Cristã. Mas é no presente momento que sua fama tem se espalhado pelo mundo afora. Presente na alta gastronomia, os franceses são os responsáveis pela propagação deste sal, sendo a cidade de Guérande a mais famosa em sua produção.

Em Algarve, em Portugal, a flor de sal é bem requisitada e apreciada. Já no Brasil, também podemos nos gabar: em Mossoró, no Rio Grande do Norte, é extraído este sal que, aos poucos, vem ganhando a cozinha dos brasileiros. Uma das principais vantagens da utilização da flor de sal é a riqueza em nutrientes, onde pode ser destacado o magnésio, cálcio e o potássio.

O Brasil ainda leva vantagem quando o assunto é nutriente, já que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária exige que todo sal produzido no país seja iodado, objetivando o aumento ao nutriente. Inclusive, a Agência proibiu a venda dos importados por não ter iodo adicionado. A determinação, estipulada em 1969, está relacionada à doença bócio endêmico, causada pela carência desse mineral no organismo. Mas, é importante ressaltar que a flor de sal já contém a quantidade necessária para a nossa saúde.

Aprecie com moderação

A flor tem de ser acrescentada somente na finalização dos pratos, ou seja, bem longe do fogão para que sua textura crocante não seja afetada. Outra recomendação importante é usar moderadamente nas receitas, uma vez que o sabor concentrado é ressaltado facilmente.

A delícia é muito utilizada para temperar folhas, carpaccio e o foie gras – que é tido como uma combinação clássica. Muitos chefs, no entanto, usam este tipo de sal em sobremesas, como é o caso de muitos chocolatiers, que fazem uso em chocolates. Mas, é claro, que salpicam levemente para conferir apenas um contraste. Existem também suas versões aromatizadas, que oferecem ainda mais sabor aos pratos.

E você, já usou flor de sal na sua cozinha? Conte para nós de qual região utilizou. E a pergunta que não quer calar: como ficou o seu prato?

Por Andressa D'Amatto e Rafa dos Santos



Azeitão, Portugal

Quinta da Bacalhoa JP 2013 (375 mL)

Até 37% OFF

Tokaji, Hungria

Tokaji Evinor Aszú 3 Puttonyos 2013 (500 ml)

Até 44% OFF
Best seller badge

96

we

Tokaji, Hungria

Royal Tokaji 5 Puttonyos 2013 (250ml)

Até 38% OFF