Atenção: Crianças na cozinha

Não é sempre bom unir o útil ao agradável? Pois é. Foi pensando nisso que decidi preparar algumas dicas para cozinhar com as crianças. Em vez de deixa-las aprontando enquanto você tenta fazer a comida, por que não leva-las para a cozinha junto com você? Elas se divertem, adoram se sentir “adultas que podem cozinhar”, contam para todas as tias e amiguinhos que fez um bolo delicioso que todos adoraram e, claro, ficam com um sorrisão, e você que é pai ou mãe, tio, tia, avó... Sabe o quanto isso vale.

Outro ponto muito interessante de leva-las a esse mundo da culinária é que você pode incentivar a criança que não come muitas coisas saudáveis a comer através de receitas que aparentem ser muito gostosas sem deixar de ter uma fruta ou legume no meio. E o fato dela mesmo ter preparado, vai despertar a vontade de provar. É a sua chance de mostrar que cenoura e nozes não são monstros no prato. O brócolis então, não é o “Salgueiro Lutador” do Harry Potter. No final da matéria te daremos cinco receitinhas.

Mas há alguns cuidados que devem ser tomados ao levar as crianças para a cozinha. Facas e ascender o fogo ou o forno está proibido dependendo da idade! Opte por receitas que não precisam ser cortadas no preparo e na hora de levar ao fogo, a tarefa é toda sua.

Atenção: Nem tudo são flores. Crianças até, em média, 6 anos são mais impacientes. Se a receita for demorada, os utensílios difíceis de usar e você também não tiver paciência, o programa que era para ser divertido vai acabar em sujeira e estresse. Apenas planeje essa atividade se for uma pessoa que se sente a vontade com as panelas e claro, com os baixinhos. Paciência, cuidado e atenção são quesitos cruciais nessa hora.

Separando por idade

Antes de começar, vamos nos atentar às coisas básicas:

  • Guarde tudo que não será utilizado. Quanto menos coisas a serem derrubadas e mais espaço livre, melhor. E se possível opte por utensílios que não quebram.
  • Ensine as crianças a lavarem as mãos corretamente antes de qualquer coisa.
  • Ensine-as sobre os perigos da cozinha. Crianças são curiosas, se você não ensinar, elas acabarão por descobrir sozinhas o que a faca faz ou por que não pode mexer no botão do fogão. Os cuidados e dicas mudam conforme a idade da criança. É claro que não vai deixar uma de 4 anos cortar o tomate, mas se ela tem 9, isso já pode ser ensinado. Qual a idade do seu baixinho?

Até 3 anos

Por menor que seja a tarefa, a criança vai se sentir estimulada. Com essa idade ela não pode dar grandes ajudas, mas misturar ingredientes numa tigela grande para que não perca boa parte dos ingredientes, com uma colher de pau, silicone ou qualquer material que não machuque vai ser uma diversão além de aprendizado. Deixe que ela coloque as mãos (já devidamente lavadas) nos ingredientes e que leve à boca também. Assim vão descobrindo a textura e o sabor das coisas.

De 3 a 6 anos

Uma ótima tarefa para essa idade é deixar que prepare a salada sozinha. Permita que rasguem as folhas com as mãos, distribua os tomatinhos (opte pelo tomate cereja, que não precisa ser cortado) e deixe que ela decore da maneira que achar mais bonito. Isso estimula a criatividade da criança e abre o apetite dela para a salada.
Crianças nessa faixa etária podem polvilhar açúcar ou queijo sobre a receita e também montar a pizza. Mas principalmente, adoram fazer biscoitos e bolos. Abrir a massa, cortar com cortadores de plástico e modelar com as mãos são coisas que elas gostam muito de fazer.

De 7 a 11 anos

Se ela já te acompanha na cozinha há algum tempo e a experiência foi boa, já tem algumas habilidades culinárias.
Nessa idade elas já podem ler receitas e embalagens. Peça que façam isso. Ajuda a melhorar o desempenho da leitura e, consequentemente da escrita. Sem contar que elas vão descobrindo o que está nos rótulos dos alimentos e não vão somente reproduzir o que você está pedindo, elas conhecerão a receita!

É chegada a hora de ensiná-las a usar alguns utensílios como abridor de lata, espremedor de alho e de batata, espremedores manuais de fruta para preparar um suco de laranja e até facas de mesa, que são pouco afiadas para cortar frutas e massas, que são mais fáceis. Outra coisa que você já pode ensinar é abrir um ovo e se ela se sair bem nessa tarefa, já vá para o próximo passo: separar a clara da gema.

Antes, ela só podia ajudar em algumas partes da receita, agora ela já pode preparar sozinha, sob a sua supervisão, a massa toda do bolo, ou do biscoito.

A partir de 12 anos

Agora você já tem um mini chef em casa, principalmente se já tiver passado por experiências agradáveis na cozinha. Mas se estiver só começando, não tem problema. Agora, a criança que já nem é mais tão criança assim, pode fazer e mexer com bastante coisa.

Está na hora de ensinar a usar facas afiadas, cortar alimentos um pouco mais difíceis que frutas e massas. Ensine-os a ligar o fogo corretamente, sem riscos e a usar o liquidificador e a batedeira. Pratos simples como arroz, macarrão e ovos cozidos já podem ser feitos por eles sem nenhum problema. Estão na idade do amadurecimento e fase da pré-adolescência. É importante que se sintam “independentes” e capazes de se virar sem correr riscos. Ajude apenas quando pedirem ou quando perceberem que a ajuda é realmente necessária. É claro que você vai estar volta e meia dando uma supervisionada na tarefa, mas sem parecer super protetora demais. É papai, é mamãe... Esse baixinho já está crescendo. Mas ainda tem muito a aprender com vocês, não perca a oportunidade!

Agora que você já sabe como cozinhar com as crianças de todas as idades, aproveite e vá para a cozinha com elas!

Biscoitinhos de goiabada

Madeleines

Bolo simples de maracujá

Pizza caseira

Bolo de amêndoas e abobrinhas com calda de limão



Louisiana, Estados Unidos

Tabasco Molho de Pimenta Verde (60ml)

até 34% OFF

Douro, Portugal

Azeite Virgem Extra Arribas do Douro - 500ml

até 27% OFF

São Paulo, Brasil

Panettone Fasano Tradicional

até 16% OFF

Occitane, França

Geleia Bonne Maman Frutas Vermelhas 370g

até 22% OFF