Acidez

Descubra como identificar um vinho ácido e o prazer de degustá-los!

Descubra como identificar um vinho ácido e o prazer de degustá-los!

A acidez está entre um dos principais elementos dos vinhos, já que, junto ao tanino e ao álcool, ajudam a dar harmonia à bebida. É função também da acidez dar mais frescor ao vinho, ajudando até mesmo a saciar a sede e prolongar funções gustativas.

Um dos grandes desafios dos produtores de vinhos é saber o momento certo da colheita das uvas, pois ao atingirem a maturidade, as frutas perdem gradativamente sua acidez e ganham mais açúcar, o que pode desequilibrar a bebida, tornando-a mais doce do que ácida e refrescante.

No geral, vinhos brancos são sempre ácidos, qualidade perceptível logo no primeiro gole de uma versão de qualidade. Se for amargo ao invés de ácido, o vinho branco pode ser considerado automaticamente defeituoso.

É fácil identificar se um vinho é ácido ou não. A acidez é sentida na lateral da língua, deixando-a mais sensível. Além disso, ela também tende a estimular a produção de saliva na boca. Portanto, se tomar um vinho e esse for o resultado, já se pode dizer que a bebida é ácida.

Justamente por provocar essa sensação é que os vinhos ácidos, sobretudo os brancos, são servidos antes das refeições: eles estimulam o paladar e o desejo pela comida.

Além dos fatores que envolvem o paladar, a acidez também é fundamental para designar a qualidade do vinho: versões sem ácido estragam rápido, enquanto as com elevada taxa de acidez não proporcionam prazer à boca. Um bom vinho, seja ele branco ou tinto, sempre terá uma acidez equilibrada.

Por Sonoma Brasil



Tokaji, Hungria

Tokaji Evinor Aszú 3 Puttonyos 2013 (500 ml)

Até 44% OFF
Best seller badge

96

we

Tokaji, Hungria

Royal Tokaji 5 Puttonyos 2013 (250ml)

Até 38% OFF

93

ds

Eden, Uruguai

Vinã Eden Champenoise Brut

Até 18% OFF
Organico

Curicó, Chile

Laurent Insolente Viognier Branco 2018 (Orgânico)

Até 17% OFF