Pré-venda - Champagne Dosnon & Lepage Recolte Brute Extra Brutcuriosidades



Você certamente já ouviu falar da região de Champagne, na França, lar dos vinhos espumantes mais famosos do mundo, berço da bebida que fez Dom Pérignon exclamar “estou bebendo estrelas!”.

E ali, entre as planícies de Champagne e as encostas da Borgonha, está a ilha de Côte des Bar, lugar que muito lembra Chablis pela grande presença de calcário e giz no solo. Ao contrário da grande maioria das sub-regiões de Champagne, aqui, quem reina é a Pinot Noir - as influências atlânticas e as temperaturas mais elevadas da região fazem com que a casta amadureça muito bem na área.


História

Foi na parte da Borgonha, entre as vinhas e florestas de Beaune, que Davy Dosnon se formou como viticultor e, em seguida, herdou uma pequena parcela de dois hectares da sua família. Ele chamou seu amigo Simon Lepage, homem de negócios, e juntos começaram a fazer Champagne.

Sua primeira safra foi lançada em 2007 e já fez muito barulho. Em 2009, numa visita à vinícola, Antônio Galloni (da Wine Advocate à época) deu 92 pontos ao rótulo “extra brut”: “Baseado no que experimentei, é uma das vinícolas jovens mais promissoras de Champagne!”.

Seu maior trunfo? Algumas técnicas um tanto incomuns para Champagne...

  • Primeira fermentação em barricas vindas da Borgonha (mais especificamente, de Puligny-Montrachet, terra dos melhores Chardonnays do mundo!);

  • Vinhos não filtrados;

  • Fermentação espontânea (sem adição de leveduras);

  • Produção 100% orgânica e biodinâmica.

Aprendizados da Borgonha? Seja como for, seu trabalho magistral criou algo como “um Chablis com bolhas”, tamanha mineralidade e finesse (na verdade, o vilarejo de Chablis nem está tão longe assim).


Premiações

91 Pontos - Robert Parker's Wine Advocate
91 Pontos - Stephen Tanzer's International Wine Cellar
90 Pontos - Antonio Galloni's Vinous
90 Pontos - Wine Spectator

Paladar

Trata-se de um Champagne seco (mas seco mesmo) com toques sutis de brioche e lembranças de carvalho, com longa persistência. Notas refrescantes de pepino e limão complementam a sensação mais densa de nozes e até uma intrigante cremosidade.


Harmonização

Aves, queijos duros, frutos do mar e comida asiática.


Compra

Não existe no Brasil, mas o preço médio nos sites dos Estados Unidos e da Europa é de 50 dólares - com os impostos, facilmente ultrapassaria os R$ 350 por aqui. Nosso preço de pré-venda: R$ 199,90.

Ou, na caixa com seis garrafas, por R$ 1.110 (R$ 185 por garrafa).


Como funciona a Pré-Venda

Os vinhos ainda estão na vinícola, na França, e serão enviados diretamente para nós nos próximos dois meses (chegarão a sua casa até o final de novembro). Para garantir uma garrafa, siga os passos:

  1. Envie um e-mail para: [email protected]
  2. Informe qual safra você deseja e o número de garrafas (dependendo da quantidade, conseguimos dar um descontinho a mais)
  3. Inclua um número de telefone e seu nome
  4. No assunto do e-mail, escreva: Pré-venda Champagne
  5. Pronto, é só aguardar, pois um de nossos sommeliers vai te ligar para fechar a compra

Lembrando que aceitamos qualquer cartão de crédito ou transferência bancária.

COMPARTILHE


Artigos relacionados

BorgonhaGlossário

Para entender um pouco mais sobre os vinhos de Borgonha, é importante entender como se configura a região francesa.

DESCUBRA

Chegamos ao mercado, e tem centenas de vinhos na prateleira... Como escolher e saber se o vinho vale o preço? Como garantir que não estamos pagando a mais?

DESCUBRA

ChablisGlossário

Chablis é um vinho branco fabricado na região de mesmo nome, localizada no norte de Borgonha, na França.

DESCUBRA