Verão Branco

Enquanto o Carnaval chega ao fim aqui no Brasil, muitos países estão comemorando o “Valentine’s Day”.

O verão está terminando com força. Se você já começou o dia se abanando e tem a sensação de que está fazendo uns 40 graus lá fora, sabe do que estou falando. Que tal vinho branco?

A época quente tem suas vantagens, e são muitas! Passeios em parques, viagens para a praia, mergulhos na piscina, sorvete, uma corzinha mais bronzeada. E vinhos brancos! Para quem acha que vinho só combina com frio, trate-se de se redimir. A época quente garante delícias que agradam todos os sentidos.

Os vinhos brancos são os mais indicados para essa época, por serem mais leves e refrescantes. O alívio que um vinho mais suave e fresco traz é autoexplicativo. Além da cor, outro ponto a ser analisado é a idade do vinho: o verão pede bebidas mais jovens e de colheitas recentes.
Mas o universo dos vinhos brancos é extenso. Como saber qual tomar?

Há alguns vinhos que não podemos deixar de citar, como o Sauvignon Blanc. Será difícil errar com essa casta, já que é uma das primeiras que vêm à mente, ao se
falar de vinho branco. Os aromas de frutas cítricas e ervas, o toque suave no paladar e a acidez agradável são suas principais características. Um vinho de Sauvignon Blanc acompanha pratos tão leves quanto ele: frutos do mar, peixes, presuntos crus e saladas. Para os doces, sobremesas com limão e abacaxi fazem um par maravilhoso com este vinho.

Outro vinho branco tradicional é o Chardonnay. Comparado ao frescor da Sauvignon Blanc, o Chardonnay é mais encorpado, mas sem perder a refrescância típica do vinho branco. Possui aromas de maracujá e frutas tropicais, sendo mais presente na boca. Serve para acompanhar pratos mais complexos e fortes. Como a ideia é juntar a leveza do vinho com a leveza da refeição (pois ninguém quer comer algo pesado nesse calor), o Chardonnay fica maravilhoso com queijos, peixes mais gordurosos (como o salmão), lagosta ou camarão.

E o que dizer sobre a Riesling? Essa uva é a exceção à regra, com relação à sugestão de pegar castas jovens. Ela é uma das uvas brancas que melhor evolui com os anos, se caracterizando com seu aroma de frutas brancas (como maçã e pêra) e minerais, com notas florais ao fundo. Logo, se for escolher um Riesling, aposte nos vinhos envelhecidos, e não irá se arrepender. Para harmonizar, uma boa dica são carnes brancas, como frango ou porco, e temperos como curry ou molhos agridoces.

Mais uma sugestão? Que tal uma Chenin Blanc? É um vinho que apresenta um equilíbrio perfeito entre acidez e sabor, com uma evolução deliciosa ao paladar. Seus aromas podem trazer avelãs, pêssego e damasco, com seus sabores frescos e bem-vindos no calor. Para acompanhar, cai muito bem um peru acompanhado de queijos amarelos.

Se quiser um vinho mais exótico, uma boa pedida é um Gewurztraminer. Bem mais fácil de apreciar do que de pronunciar, esse vinho branco originário da Alsácia traz fragrâncias fascinantes de lichia e pétalas de rosa. Combinações de peixes e queijos maturados são perfeitas para se servir com ele.

E para acompanhar um doce geladinho, nada melhor que um Pedro Ximénez. Esse vinho licorado com aroma de uvas passas e textura densa fica maravilhoso com sorvetes de creme. Também acompanha muito bem tortas e pudins, todos bem geladinhos, para dar um alívio no calor.

Não podemos esquecer que um baldinho de gelo será um ótimo lugar para deixar sua garrafa descansar, o suficiente para ficar entre 8 e 12 graus, antes da bebida ser degustada. Depois dessas dicas, o jeito é agradecer ao sol por ter a oportunidade de experimentar vinhos tão especiais e refrescantes. Bom resto de verão!

Por Sonoma Brasil

Harmoniza com esta matéria:



Best seller badge

Califórnia, Estados Unidos

De Loach Heritage Reserva Chardonnay 2016

Até 20% OFF

Valle de Maule, Chile

Pucon Reserva Sauvignon Blanc 2018

Até 39% OFF
Natural

91

ds

90

ad

Monte Belo do Sul, Brasil

Faccin Riesling Itálico 2018 (Natural)

Até 10% OFF
Organico

90

ad

Mosel, Alemanha

Rk Riesling Trocken 2014

Até 11% OFF