Champagne: Estrelas engarrafadascuriosidades

Com uma tradição que supera o histórico de quase tudo no mundo da gastronomia, o Champange é um vinho espumante produzido na França há quase três séculos.

Tanta experiência levou a demarcação da denominação de Champagne, distrito no nordeste do país, único lugar no mundo cujos espumantes são, de fato, Champagnes.

Para ganhar as bolhas, o Champagne passa por uma segunda fermentação em garrafa, método complicado e demorado que gera o gás carbônico na bebida e hoje já é conhecido como champenoise (ou método tradicional).

Quem descobriu a técnica foi o monge Dom Pierre Pérignon, responsável na época pela adega da Abadia dos Beneditinos de Hautviliers, uma cidadezinha da região. “Estou bebendo estrelas!”, exclamou o padre na mesma hora.

Infelizmente, todo o cuidado na produção acaba elevando o preço do rei dos espumantes. Além da demora que exige, todos os produtores de Champagne passam por rígidas fiscalizações dos órgãos franceses antes de poderem atravessar as fronteiras dos vinhedos.

Estrelas bebem estrelas

 Marilyn Monroe

Talvez por isso seu amarelo borbulhante, seus aromas de brioche e pão assado (efeito das leveduras que se desenvolvem na garrafa) e seus sabores de frutas amarelas conquistaram tanto glamour ao longo das décadas.

Como não lembrar, por exemplo, da Marilyn Monroe? Na biografia de George Barris, a norte-americana bebia tanto Champagne que costumava inalar algumas taças por dia para se sentir “em paz”. Diz a lenda que a atriz, símbolo do sex appeal, chegou a tomar um banho com 350 garrafas do espumante.

Mais recentemente, em um reality show brasileiro cheio de mulheres ricas, uma das personagens mais icônicas, a socialite paranaense Val Marchiori, não largava a sua taça, o que garantiu certo “ibope” para algumas marcas.

O Champagne é mais do que um vinho espumante, é um símbolo de sucesso e celebrações. Assim como para essas loiras famosas, o Champagne é arte, tradição e estilo de vida para muitos. Pense nas premiações do automobilismo, basquete e surfe... Quem está sempre lá? O Champagne em grandes explosões. E quem nunca viu um rapper esbanjando suas taças nos clipes musicais?

Por trás do rótulo

Rótulo Champagne

Já deu para ver que não é um espumante qualquer, não é? Geralmente, custam mais de 30 euros na própria França, chegando ao Brasil com preços a partir de R$ 160. As uvas permitidas por lei são a Pinot Noir, a Chardonnay e a Meunier.

A mais clássica mistura leva 50% de Pinot Noir e 50% de Chardonnay. Quando é feito 100% por Chardonnay, ganha o nome de “blanc de blancs”, e quando não leva a uva, é batizado de “blanc de noirs”.

Outro termo que pode surgir é o “cuveé”, que indica que o Champagne foi feito apenas com a primeira prensagem das uvas. Vale lembrar também que a maioria dos espumantes não é safrada, pois é extremamente complicado preparar garrafas de uma só colheita. Em ambos os casos, a produção rende menos garrafas, mas a qualidade é muito superior.

À mesa

Champagne á mesa

Assim como em todos os espumantes, a acidez do Champagne ajuda a harmonizá-lo com muitos pratos, salgados e doces. Tradicionalmente, porém, são servidos como aperitivos, até porque o perlage (as bolhas) é um bom estimulante de apetite.,

Para beber como aperitivo, os melhores são os rosés ou os mais cremosos, tem menos acidez e “irritam” menos o estomago vazio. Já os espumantes secos podem acompanhar bem os pratos mais fortes. São ideais para peixes (crus ou grelhados), crustáceos e outros pratos que levam frutos do mar, como a paella.

Ah, antes de terminar, uma boa notícia principalmente para as mulheres: enquanto um copo de vodca tem 250 calorias, e uma dose de uísque 220, a taça de Champagne tem apenas 85. Não é a toa que a madame de Pompadour, amante do rei Luís XV e uma das figuras mais emblemáticas da França, já afirmava: “Champagne é a única bebida que deixa as mulheres ainda bonitas depois de bebê-lo”.

COMPARTILHE


Artigos relacionados

Quem disse que os vinhos sairiam de cena no verão? Sangria e clericó são drinks eleitos para essa estação!

DESCUBRA

As famosas champagnes, são vinhos com bolhas que sempre trazem uma coceira aos lábios. Conheça o charme dos espumantes.

DESCUBRA

Para a garantia de vender um vinho de qualidade, no Sonoma as degustações são frequentes. **`Harmoniza com esta matéria:`**

DESCUBRA