Casamento e vinho: uma união perfeitacuriosidades

Quando dizem que casamento não é fácil, acredite: a indecisão e a dificuldade já começam na escolha do menu.

Quando dizem que casamento não é fácil, acredite: a indecisão e a dificuldade já começam na escolha do menu.

Se você está pensando em se casar, não desanime. Assim como qualquer relação, para a sua festa sair exatamente como sonhou, existem regras que têm de ser seguidas.

Para que saia como imaginou, detalhes devem ser acertados antecipadamente, como cardápio, doces, entradas, petiscos para a recepção e, é claro, bebidas.

Não vale contar apenas com a preferência dos noivos, da família ou amigos próximos. Para não ter erro, existem regrinhas básicas que são usadas por quem está auxiliando na preparação da festa. “Caso opte por ter vinho, não pode ser forte, deve ser o chamado ‘universal’, leve e que agrade a maioria dos convidados”, ressalta a organizadora de casamentos e cerimônias Marcia Possik, da Marriages (SP). Bons exemplos de vinhos leves são os elaborados com a Pinot Noir ou Gamay.

Mas, se você não tem dinheiro para investir em uma “personal wedding”, não se desespere. Tenha em mente que o vinho escolhido deve ser leve e agradável e, principalmente, combinar com o cardápio. Geralmente, nas recepções são servidos espumantes e, se puder desembolsar mais, Champagne. “Nesses casos, recomendamos a medida de uma garrafa a cada dois convidados, já que é uma bebida mais fresca e leve, e que acaba agradando mais”, comenta.

Os espumantes brasileiros, inclusive, estão dando um show de qualidade em eventos internacionais. Grandes produtores, como Mario Geisse, da Cave Geisse, Pizzato, Lidio Carraro, entre outros, são boas opções para obter excelentes produtos, sem ter de pagar preços abusivos.

Outra questão que deve ser levada em conta é a duração da festa, uma vez que casamentos tendem a durar, no mínimo, cinco horas. Logo, quanto mais durar a festa, mais deve ter planejamento no “estoque” de bebidas. Contudo, não precisa se preocupar em relação a quantidade exata de garrafas, já que a maioria dos fornecedores de vinho trabalham, em festas e eventos, com o sistema de consignação, ou seja, o cliente só paga o que consumir. “Aconselhamos sempre que os noivos disponibilizem para os seus convidados whisky, espumante e vinho tinto. No verão, se a pessoa quiser, pode abrir mão do vinho tinto e optar por outra bebida”, complementa.

Vinho X Jantar

Depois da recepção, que você pode ter servido espumantes ou vinho tinto “universal”, vem a parte da harmonização da bebida com o prato. Para alguns, esta tarefa é a mais difícil, já que, geralmente, o cardápio tem algumas opções e, nem sempre, conseguimos adaptar os pratos com um vinho diferente. Por isso, vale a mesma recomendação: escolha um vinho mais leve para acompanhar o jantar, mesmo que o cardápio peça um mais encorpado.

Vinhos tintos leves e que são fáceis de serem encontrados (e que não pesam no bolso) são, por exemplo, da variedade Pinot Noir, Gamay, Lambrusco, Corvina e Molinara. Lembre-se: nem todos podem gostar de um vinho com mais corpo ou tânico - aqueles que secam a boca.

Mas, se o seu menu for composto, principalmente, por peixes e frutos do mar, tenha como opção um vinho branco, igualmente leve, para acompanhar a refeição. Se no menu tiver salmão ou robalo, aposte em um Chardonnay, uma vez que a uva oferece boa acidez e médio corpo.

Já, se o cardápio conter frutos do mar e saladas sem molhos exagerados, opte por vinhos da uva Sauvignon Blanc, que é leve e tem boa acidez.

Geralmente, vinhos para grandes eventos não são aqueles que guardamos para uma ocasião especial, ou seja, os mais caros. Na maioria dos casamentos, os vinhos servidos são mais simples e, muitas vezes, quando é comprado grande quantidade o preço cai bastante. Entretanto, se os noivos puderem gastar mais, nada impede que a festa tenha vinhos mais finos, como os de Bordeaux, por exemplo.

No jantar, diferente da recepção, o vinho não é o protagonista da cena, então, a recomendação é que uma garrafa de vinho seja equivalente a seis pessoas. Depois de tantos detalhes e preocupações para que tudo saia como o esperado, curta a sua festa e aproveite as horas que serão inesquecíveis na sua vida. Saúde!

Por Andressa D'Amatto

COMPARTILHE


Artigos relacionados

O fim do ano está aí, e não dá para imaginar a noite da virada sem um bom espumante à taça, não é mesmo? **`Harmoniza com esta matéria:`**

DESCUBRA

Aperitivos, pratos principais, bebidas... Como conciliar isso tudo? **`Harmoniza com esta matéria:`**

DESCUBRA

Demi SecGlossário

A terminologia demi sec é utilizada para designar o vinho meio seco.

DESCUBRA