Fácil, médio e difícil: receitas de aves para todos os gostos.

“Minha terra tem Palmeiras, onde canta o Sabiá”. Reconheceu? O poema “Canção do Exílio” é provavelmente um dos mais conhecidos, exatamente por descrever tão bem a fauna brasileira.

Foi a partir dele, que em 2002 os ministros brasileiros aprovaram o decreto que validou o dia 5 de outubro, como “Dia da Ave”, tornando o Sabiá um símbolo oficialmente nacional, por representar a fauna ornitológica brasileira.

Para celebrar esta data, escolhemos 3 receitas com as mais deliciosas aves e seus níveis de dificuldade!

Nível de dificuldade: fácil

 Milanesa napolitana de frango

Ele está presente no dia-a-dia, nas marmitas da galera fitness e na mesa do almoço de domingo. O frango é uma das carnes mais apreciadas no Brasil, não só pelo seu sabor, mas também pela facilidade de preparo. Aprenda a fazer o clássico frango à parmegiana, ou Milanesa Napolitana de Frango.

Nível de dificuldade: médio

Pato no tucupi

Versátil, o pato está presente na culinária francesa (foie gras), chinesa (pato de Pequim) e também na brasileira, no famosíssimo Pato no Tucupi típico da culinária amazônica. Aprecia a carne de pato e gostaria de dar aquela “abrasileirada” na receita? Então essa é a sua chance! Veja aqui nossa receita desta iguaria!

Nível de dificuldade: difícil

Faisão

Muita calma nessa hora! A dificuldade deste prato está simplesmente na falta de hábito dos brasileiros em preparar esta ave tão nobre, muitíssimo apreciada na Europa desde a idade média, onde a ave simbolizava status pelo seu grandioso tamanho e porte. Quer impressionar e testar os dotes culinários? Veja aqui receita de Faisão à la Creme da chef Ilda Vinagre.

Sentiu falta de alguma ave?

Peru

Então vamos falar dela, da ave mais natalina, afinal toda ceia de Natal tradicional tem peru. Mas isso não quer dizer que você precise esperar até dezembro para se deliciar! Aprenda essa receita que vai bem o ano inteiro, clicando aqui.