Champagne Henri Dosnon Brut Selection Biodinâmico (Orgânico)
Champagne, França
Champagne Henri Dosnon Brut Selection Biodinâmico (Orgânico)
Um produto artesanal, de produção muito pequena que tem foco no projeto pessoal de Henri Dosnon. Fresco, leve, muito admirável.
Best seller badge Organico
Produto indisponível
Sobre o produto
Teor
alcoólico
12,0%
Descanso
0 min.
Temperatura
80°
Uva/Corte
Pinot Noir

Um Champagne artesanal, de produção biodinâmica, feito por "um dos um dos jovens produtores mais promissores de toda Champagne", segundo o crítico Antonio Galloni.

A formação de Dosnon foi na Borgonha e muitas das técnicas que aprendeu lá foram introduzidas a sua produção de Champagne após o retorno à sua terra natal. Todos os Champagnes dele passam por envelhecimento em barrica de carvalho (vindo das florestas da Puligny-Montrachet), o que agrega estrutura e cremosidade sem tirar a delicadeza dos vinhos.

Além disso, os solos únicos de Côte-des-Bars, à base de calcário kimmeridgiano (o mesmo da Chablis), torna a mineralidade nos seus vinhos aparente.

Este destaque leva 90% de Pinot Noir e 10% de Chardonnay. À taça, a cor chega a lembrar uma pérola. Límpido, clarinho. Logo no nariz já se nota o quanto é um vinho fresco. Frutas e flores fazem um misto de fundo lácteo. Não é exagerado, intenso; é delicado, elegante.

Quando chega em boca, toda sua cremosidade se mostra presente, persistente, acentua as frutas, evidencia as flores e se desmancha em frescor. A alta acidez sugere um prato com ostras, vieiras e afins. Extremamente redondo, indiscutivelmente agradável.

História

Foi na parte da Borgonha, entre as vinhas e florestas de Beaune, que Davy Dosnon se formou como viticultor e, em seguida, herdou uma pequena parcela de dois hectares da sua família. Ele chamou seu amigo Simon Lepage, homem de negócios, e juntos começaram a fazer Champagne.

Sua primeira safra foi lançada em 2007 e já fez muito barulho. Em 2009, numa visita à vinícola, Antônio Galloni (da Wine Advocate à época) deu 92 pontos ao rótulo “extra brut”: “Baseado no que experimentei, Dosnon é um dos viticultores jovens mais promissoras de Champagne!”.

Seu maior trunfo? Algumas técnicas um tanto incomuns para Champagne...

- Primeira fermentação em barricas vindas da Borgonha (mais especificamente, de Puligny-Montrachet, terra dos melhores Chardonnays do mundo!);

- Vinhos não filtrados;

- Amadurecimento em barrica;

- Fermentação espontânea (sem adição de leveduras);

- Produção 100% orgânica e biodinâmica.

Aprendizados da Borgonha? Seja como for, seu trabalho magistral criou algo como “um Chablis com bolhas”, tamanha mineralidade e finesse (na verdade, o vilarejo de Chablis nem está tão longe assim, e solo da região é o mesmo de Chablis - calcário kimmeridgiano, um dos mais valiosos do mundo para a produção de vinhos brancos minerais).

I1ykh5qcukhjqsadbwj7
Curador(a)
Rodrigo Albuquerque
Produtos relacionados