De Grendel Brut 2009
Cabo da Boas Esperança, África do Sul
De Grendel Brut 2009
"Cresce na boca a sensação de um pãozinho que a avó acabou de tirar do forno, efeito das leveduras do método tradicional tão adoradas de Champange." Jô Barros tem como paixões a cozinha e os filmes do Almodóvar. Ela é a sommelière principal do Sonoma, eleita a Melhor do Brasil pela Prazeres da Mesa 2011.
Produto indisponível
Sobre o produto
Descanso
0 min.
Temperatura

O método “cap classique” é o champenoise da África do Sul.

Como o próprio nome diz, é do Cabo da Boa Esperança que vêm seus melhores exemplares, como este espumante com a combinação tradicional francesa: Pinot Noir e Chardonnay.

Não é surpresa, então, encontrar as notas bem concentradas de brioche e frutas amarelas que se esperaria de um grande Champagne (só que o preço é bem menor!).

Apenas seis mil garrafas foram produzidas. Quando acabarem, nunca mais!

Graduação alcoólica: 12%

História

Quando enfrentaram o temível Cabo das Tormentas nas primeiras grandes navegações, os portugueses mal sabiam que ele ganharia o nome de Boa Esperança. À época, porque indicava que a “terra firme” já estava próxima. Hoje, talvez pelo potencial que seu terroir tem de criar grandes vinhos com toda a unicidade que a uva ganha em solos sul-africanos.

E um local tão cheio de histórias também traz vinhos com um grande passado. A cada vinho que a família Graaff produz sob o rótulo de sua vinícola De Grendel, todos doam um pouco de seu tempo para conhecer melhor seu contexto e batizá-lo com um nome único.

Qsno7h70wnqtwxvbgtu1
Curador(a)
Alykhan Karim
Produtos relacionados